Como Preencher o Livro Caixa do Carnê Leão e Pagar Menos Imposto de Renda

Você sabia que pode utilizar algumas das despesas que tem com a sua atividade para poder reduzir o valor do IRPF do carnê leão?! Isso mesmo, isso é permitido de acordo com a legislação do imposto de renda e é um excelente auxiliar para te ajudar a pagar menos impostos de maneira legal.

 

TODAS AS DESPESAS INERENTES A ATIVIDADE PODEM SER COLOCADAS NO CARNÊ LEÃO?

Nem todas as despesas podem ser utilizadas para essa finalidade de dedução. Primeiramente é necessário identificar qual o tipo da despesa, para que assim seja feito o lançamento correto no livro caixa, que é preenchido dentro da abinha “Pagamentos” na plataforma.

Podem ser deduzidos os pagamentos relativos a:

  1. a) remuneração de terceiros com vínculo empregatício e os respectivos encargos trabalhistas e previdenciários (por exemplo, a secretária do consultório registrada no CPF de uma psicóloga que trabalha como autônoma);
  2. b) emolumentos pagos a terceiros (valores referentes à retribuição pela execução, pelos serventuários públicos, de atos cartorários, judiciais e extrajudiciais);
  3. c) despesas de custeio necessárias à percepção da receita e à manutenção da fonte produtora (abaixo terá um detalhamento maior).

 

Despesa de custeio

Segundo o trecho retirado da página de Orientações Gerais, considera-se despesa de custeio aquela indispensável à atividade profissional, como aluguel de sala comercial, gastos com água, luz, telefone, material de expediente ou de consumo e contratação de pessoal (funcionários registrados).

As despesas com transporte e locomoção não são dedutíveis. No livro caixa não se pude lançar as despesas com transporte, locomoção, combustível, estacionamento, manutenção de veículo, seguro e pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), com finalidade de baixar o imposto de renda. Essas despesas podem ser usadas apenas por representantes comerciais autônomos, quando incorrerem por conta da sua atividade, deixando claro que todos esses custos precisam estar devidamente comprovados com cupons, notas fiscais, contratos etc.

Para os casos de representantes comerciais, as despesas podem ser lançadas em conta própria, a ser criada pelo usuário na relação de despesas dedutíveis, uma vez que não há conta específica para esse fim no plano de contas existente no programa.

 

O VALOR GASTO COM COMPRA DE BENS E EQUIPAMENTOS PODE SER LANÇADO NO CARNÊ LEÃO?

Apenas o valor relativo às despesas de consumo é dedutível no livro caixa, portanto, é necessário identificar e separar as despesas de consumo e as despesas de aplicação de capital.

As despesa de consumo estão relacionadas a compra itens para consumo (conforme vimos anteriormente, energia, material de escritório, água etc.) e de produtos de qualquer natureza usados e consumidos em reparos e conservação (como material de limpeza, por exemplo).

Já as aplicações de capital são as despesa com aquisição de bens necessários à atividade profissional, cuja vida útil ultrapasse o período de um ano, e que não sejam consumíveis, isto é, não se acabem com sua mera utilização, como equipamentos, mobiliários etc. Esse tipo de despesa não compõe o livro caixa.

 

DESPESAS COM PROPAGANDA E ANÚNCIOS SÃO DEDUTÍVEIS?

Sim, essas despesas podem ser lançadas e ajudam a diminuir a base de cálculo do IRPF, desde que devidamente comprovadas com contratos, cupons ou notas fiscais e comprovantes de pagamento.

 

O QUE FAZER PARA NÃO ERRAR NA HORA DE CLASSIFICAR AS DESPESAS

Sem dúvidas, dependendo da quantidade de custos que o profissional ter mensalmente, separar essas despesas pode ser um trabalho de formiguinha, não é?! Mas não se preocupe! A Gomes Contabilidade está aqui para te ajudar! Atualmente atendemos todos os Estados do Brasil e realizamos a declaração mensal do carnê leão para dezenas de clientes de todas as regiões. Mande uma mensagem no nosso WhatsApp e não perca tempo cuidando dessas burocracias, foque no que realmente importa que é trabalhar e aumentar seus rendimentos.

Nossa avaliação inicial pelo WhatsApp é gratuita e não te gerará custos, envie uma mensagem agora!

 

 

Regularização para Nutricionistas Autônomos

Nutricionista, você sabia que mesmo que o seu recibo ou nota fiscal não possam ser utilizados ainda para o cliente informar no imposto de renda, ainda sim você fica sujeito as regularizações e pagamento dos impostos de toda o seu faturamento?! Pois bem, é nisso que iremos falar agora.

NUTRICIONISTA PRECISA ABRIR EMPRESA PARA SE REGULARIZAR?

De maneira prática, não é necessário que o nutricionista abra uma PJ para poder trabalhar, existe também a possibilidade de regularização como autônomo.

Caso queira entender um pouco mais sobre como abrir sua empresa, visite nosso outro artigo ABERTURA DE EMPRESA PARA NUTRICIONISTAS  e acesso nosso canal do Youtube.

Neste artigo iremos abordar a regularização de maneira autônoma (profissional liberal), sem a abertura do CNPJ, mas entenda que nem sempre esse será o caminho mais econômico, portanto não deixe de acessar o artigo e ver o vídeo acima para conhecer mais. Além disso, mande uma mensagem no nosso WhatsApp e converse com um dos nossos consultores, eles irão te ouvir e com todo cuidado e carinho te ajudarão a verificar a melhor forma de se regularizar. A consultoria inicial pelo WhatsApp não tem custo nenhum, então não perca essa oportunidade!

 

COMO NUTRICIONISTA AUTÔNOMO PODE SE REGULARIZAR?

A regularização para aquelas profissionais que não têm CNPJ é feita através do Carnê Leão. O Carnê Leão é uma declaração mensal obrigatória para todos aqueles que prestam serviços para outras pessoas físicas ou recebem dinheiro do exterior e não têm CNPJ.

Ao preencher o Carnê Leão, o nutricionista deverá informar todos os rendimentos recebidos dentro do mês, independente se tenha dado recibo ou não, lembrando de diferenciar quando o pagador das consultas for uma pessoa e o paciente de fato for outra. Dentro dessa declaração também é interessante informar as despesas dedutíveis, o que ajudará a diminuir o valor do IRPF (Imposto de Renda Pessoa Física) a pagar, caso tenha.

No geral existem algumas despesas dedutíveis mais padrões, que tratamos no nosso outro artigo (é só clicar em cima de despesas dedutíveis que já será direcionado para ele), mas é interessante contar com o apoio de uma contabilidade especialista na área para poder analisar os custos que você tem de maneira correta e poder maximizar as deduções.

 

O NUTRICIONISTA PODE INFORMAR OS RENDIMENTOS DIRETO NO IMPOSTO DE RENDA PESSOA FÍSICA (IMPOSTO DE RENDA ANUAL)?

Mediante o disposto no famoso “Perguntas e Respostas IRPF”, o correto é primeiro realizar o preenchimento do Carnê Leão para depois importar os dados para o Imposto de Renda Anual e transmitir para a Receita Federal. Veja abaixo o que o manual trás

Sujeita-se ao recolhimento mensal obrigatório a pessoa física residente no Brasil que receber:
1 – rendimentos de outras pessoas físicas que não tenham sido tributados na fonte no Brasil, tais como decorrentes de arrendamento, subarrendamento, locação e sublocação de móveis ou imóveis, e os decorrentes do trabalho não assalariado, assim compreendidas todas as espécies de remuneração por serviços ou trabalhos prestados sem vínculo empregatício;

[…]

Verifique que o nutricionista se encaixa perfeitamente nessas duas partes grifadas, primeiro porque o cliente não vai descontar os impostos, transferindo apenas o valor líquido para o profissional (não é função do cliente fazer isso) e segundo, porque o cliente não irá registrar o nutricionista em carteira. Então a única forma do profissional de nutrição autônomo declarar e pagar seus impostos é fazendo o Carnê Leão.

 

NUTRICIONISTA PODE DECLARAR SOMENTE OS RECIBOS?

Com certeza NÃO!

A omissão de receitas é considerado crime de sonegação fiscal, conforme a Lei Nº 4.729, de 14 de Julho de 1965. Veja o que o Art. 1º, incisos I e II tratam:

  Art 1º Constitui crime de sonegação fiscal:

        I – prestar declaração falsa ou omitir, total ou parcialmente, informação que deva ser produzida a agentes das pessoas jurídicas de direito público interno, com a intenção de eximir-se, total ou parcialmente, do pagamento de tributos, taxas e quaisquer adicionais devidos por lei;

        II – inserir elementos inexatos ou omitir, rendimentos ou operações de qualquer natureza em documentos ou livros exigidos pelas leis fiscais, com a intenção de exonerar-se do pagamento de tributos devidos à Fazenda Pública;

        III – alterar faturas e quaisquer documentos relativos a operações mercantis com o propósito de fraudar a Fazenda Pública;

        IV – fornecer ou emitir documentos graciosos ou alterar despesas, majorando-as, com o objetivo de obter dedução de tributos devidos à Fazenda Pública, sem prejuízo das sanções administrativas cabíveis.

        V – Exigir, pagar ou receber, para si ou para o contribuinte beneficiário da paga, qualquer percentagem sôbre a parcela dedutível ou deduzida do imposto sobre a renda como incentivo fiscal.

        Pena: Detenção, de seis meses a dois anos, e multa de duas a cinco vezes o valor do tributo.

Veja acima, que caso a fiscalização localize a falta de declaração de rendimentos e pagamento correto dos impostos, as multas podem chegar de duas a cinco vezes o valor do tributo devido. Por isso não cometa o erro de se evadir fiscalmente declarando menos do que de fato receber, o prejuízo futuro pode ser muito maior.

QUAIS IMPOSTOS O NUTRICIONISTA AUTÔNOMO PRECISA PAGAR?

São três impostos que o nutricionista autônomo precisa pagar:

  • IRPF;
  • INSS;
  • ISS.

O IRPF é o imposto gerado dentro do Carnê Leão. Trata-se do boleto de Imposto de Renda e pode variar desde a faixa isenta, onde não é gerado tributo algum, até a faixa de 27,5%. Este tributo é mensal.

O INSS é gerado a parte, mas ainda sim é obrigatório e a alíquota correta para é a de 20% do faturamento. Em 2017 a Receita Federal realizou uma operação apenas para fiscalizar autônomos que não estavam contribuindo corretamente com o INSS, então pague esse tributo corretamente para não por sua saúde financeira em risco, tendo que pagar multas e juros por não ter feito o recolhimento anteriormente. Esta contribuição também é mensal.

Operação Autônomos: Receita Federal combate sonegação de contribuição previdenciária por contribuintes individuais

Por último, mas não menos importante, temos o ISS ou ISSQN, que é o Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza. Esse tributo também é gerado fora do Carnê Leão e é obrigatório. Ele é devido para a prefeitura do seu município, então deve procurá-los para se regularizar. Normalmente o ISS é um valor fixo cobrado anualmente, mas isso varia de cidade para cidade, por isso é importante consultar os órgãos responsáveis para recolhê-lo corretamente.

 

COMO FAZER CARNÊ LEÃO?

O processo para realizar o Carnê Leão pode ser um pouco complexo para ser executado por quem não tem muito domínio sobre a área fiscal, por isso é essencial contar com uma contabilidade especialista em atender a área para garantir que todas as declarações sejam feitas corretamente, evitando cair em malhas fiscais.

A Gomes Contabilidade poderá analisar seus rendimentos e despesas, declarando corretamente suas receitas, para evitar que caia na malha, e informando de maneira assertiva seus custos, para garantir a maximização de descontos no IRPF. Envie uma mensagem agora mesmo no nosso WhatsApp e converse com um dos nossos consultores.

A consultoria inicial feita pelo WhatsApp é gratuita, então não perca tempo.

Abertura de Empresa para Nutricionista

Abrir sua empresa de nutrição pode ser mais simples do que imagina e é por isso que nós da Gomes Contabilidade estamos aqui, para te ajudar com todos esses trâmites burocráticos e garantir que tudo seja feito corretamente, bem como reduzir os custos com abertura.

Vamos conhecer um pouco mais sobre esse novo mundo que poderá abrir um leque de oportunidades para você, nutricionista que está lendo esse artigo.

 

TIPO JURÍDICO DE EMPRESAS DE NUTRIÇÃO

Ao buscar abrir o seu CNPJ, a primeira coisa a ser verificada é o tipo jurídico que a empresa terá. Existem muitos tipos jurídicos aqui no Brasil, como as Sociedades Simples, Empresários Individuais, Sociedades por Comodities, entre várias outras. Porém, a mais utilizada é a Limitada (LTDA).

O tipo jurídico refletirá diretamente no limite das suas responsabilidades perante a empresa, por isso a escolha deve ser correta para evitar colocar seu patrimônio pessoal em risco.

Dentro das empresas LTDA’s existem duas repartições: as unipessoais e as sociedades. A única diferença dessas nomenclaturas é a quantidade de sócios que a entidade terá. Se haver apenas um único sócio, a empresa será uma Unipessoal LTDA, agora se houver dois ou mais sócios, será uma Sociedade LTDA.

 

QUAL O REGIME TRIBUTÁRIO IDEAL PARA NUTRICIONISTAS PJ

A análise costuma ser feita a partir de dois regimes tributários, o Lucro Presumido e o Simples Nacional. Existe um terceiro regime tributário, que é o Lucro Real, mas esse não é muito interessante para os nutricionistas que trabalham por conta, já que apresenta uma carga tributária bem maior e mais dispêndio de energia com entrega de obrigações acessórias (basicamente declarações que não geram nenhum custo, mas devem ser feitas obrigatoriamente), o que aumenta os custos com honorários contábeis.

Para definir corretamente qual regime tributário trará mais vantagens para a empresa do nutricionista, é necessário uma análise mais minuciosa de receitas e despesas, levando em consideração também a finalidade para a qual o nutricionista está cogitando abrir o CNPJ.

Normalmente, o regime mais vantajoso para nutricionistas que não tem o faturamento muito alto costuma ser o Simples Nacional, mas isso não é uma verdade absoluta, já que nesse método há duas possibilidades de tributação, o Anexo V, onde os impostos começam a partir de 15,5% e o Anexo III, onde os impostos começam a partir de 6%. Infelizmente não é só escolher por qual tabela você quer ser tributado. Para que seja definido o anexo, é necessário um controle rigoroso do Fator R, para que assim, a tabela de tributos seja sempre a III.

Já no lucro presumido, a tributação inicia-se a partir de 11,33% de tributos federais e ainda terá mais o ISSQN (Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza), que varia de 2% a 5%, dependendo do município no qual a empresa será registrada. Aí nesse ponto você se pergunta, “mas lá no início você não disse que tem que avaliar qual paga menos tributos? Aqui está claro que o Simples Nacional é a melhor opção”. Nem sempre! Lembre-se que no Simples Nacional temos o controle do Fator R, que envolve o pró-labore, e quanto mais você fatura, maior é o valor do pró-labore. Como consequência, mais INSS e IRRF você pagará. Por isso, em determinado ponto não compensará mais pagar todos os gastos do Simples Nacional, e o Lucro Presumido trará um menor gasto para sua empresa de nutrição.

Aqui reforçamos a necessidade de ter o apoio de uma contabilidade especializada em atender nutricionistas. Com esse suporte, sua empresa estará em boas mãos, garantindo que sempre pague a menor quantidade de impostos possível.

 

QUAL O CUSTO DE ABERTURA DE UMA EMPRESA?

Infelizmente não é possível passar um valor para abertura de empresa logo de cara, pois isso dependerá muito da cidade e estado em que ela se encontrará. Além disso, a modalidade da empresa também fará com que esse custo varie. Se os atendimentos forem somente de maneira online é um custo, se houver consultório para atendimento presencial é outro e assim por diante.

Os alvarás mais comuns, que a maioria das empresas precisam ter são os seguintes:

  • Alvará da Vigilância Sanitária;
  • Alvará de Funcionamento; e
  • Alvará dos Bombeiros.

Veja que no parágrafo anterior eu disse A MAIORIA, então nem todas as empresas precisarão de todos esses alvarás. Para alguns casos não há a necessidade do registro de alguns, para outros, a prefeitura poderá exigir extras. Para garantir que tudo fique correto chame a Gomes Contabilidade no WhatsApp e converse com um dos nossos consultores, assim todas as licenças serão feitas da maneira correta, diminuindo suas despesas com cobrança de taxas indevidas e evitando a cobrança de multas pela fiscalização.

Além disso também é necessário consultar o CRN do seu Estado para fazer o registro da empresa, o que incorrerá em um custo com a taxa de inscrição mais a anuidade (alguns estados concedem a isenção da anuidade PJ para empresas de nutrição com apenas um sócio, outros não dão esse benefício).

 

COMO ABRIR UMA EMPRESA DE NUTRIÇÃO DE UM JEITO FÁCIL

Essa resposta é muito simples. Para você conseguir abrir a sua empresa de nutrição de um jeito simples, basta nos chamar no WhatsApp! Nossos consultores irão te passar um orçamento e farão uma simulação de custos, para que tenha uma ideia real e aproximada dos gastos envolvidos com o processo. Após isso, será enviado uma lista de documentos necessários para abrir o CNPJ e assim que você retornar, faremos todos esses trâmites burocráticos, enquanto você pode focar no que realmente importa, que é atender e buscar mais pacientes para aumentar seu faturamento. Fale já conosco, basta clicar aqui.

 

Regularização para Nutricionistas

Nutricionista, você sabia que mesmo seu recibo não sendo válido para declaração de imposto de renda, ainda sim precisa declarar e pagar seus impostos corretamente, para evitar multas e notificações do governo? Isso mesmo! Para ter uma vida financeira saudável, existem alguns passos que você precisa realizar, evitando colocar seu patrimônio em risco.

 

QUAIS FORMAS EXISTEM PARA O NUTRICIONISTA SE REGULARIZAR?

Basicamente, existem duas formas para o nutricionista se regularizar: como autônomo ou como empresa. A melhor forma a ser seguida dependerá muito da sua situação e finalidade, por isso é importante o apoio de um contador especialista na área para entender suas necessidades e te orientar sobre o melhor caminho a ser seguido.

Sem uma análise adequada, as decisões tomadas podem ter efeito reverso e, ao invés de diminuir seus custos, irão aumentar muito. Um exemplo prático disso que estamos falando é quando o profissional da nutrição está começando os atendimentos e já quer abrir empresa. As vezes realmente poderá ser necessário, pois sua projeção de faturamento no curto prazo é alta ou ele precisa do CNPJ para se vincular a algum plano ou convênio, ou até mesmo prestar serviços para outras clínicas. Outras vezes o nutricionista está pensando em abrir a PJ apenas para se regularizar e talvez um passo desses de cara não será muito interessante, já que pode prejudicá-lo futuramente.

Desse modo, a análise do conjunto de informações é essencial para trazer economia de tempo e dinheiro, ou até aumento do faturamento, por haver uma indicação apropriada de regularização para a finalidade que você precisa.

 

REGISTRO COMO NUTRICIONISTA AUTÔNOMO

O registro como autônomo é a regularização feita a partir do seu CPF.

Na regularização de autônomo, o nutricionista poderá emitir recibos tranquilamente para seu paciente pedir reembolso no plano de saúde, pois como tudo será declarado corretamente, mesmo que um dia venha uma fiscalização para conferir suas declarações e pagamentos, verá que tudo foi feito da maneira correta.

Para ficar totalmente regular, é necessário procurar a prefeitura da sua cidade e solicitar o alvará para trabalho autônomo, pelo qual você também pagará o ISSQN (Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza).

Além do ISSQN, é necessário pagar o INSS de nutricionista autônomo, pois é uma contribuição obrigatória, e fazer o preenchimento do Carnê Leão, pelo qual poderá haver a cobrança do IRPF (Imposto de Renda Pessoal Física) ou não.

 

REGISTRO COMO EMPRESA DE NUTRIÇÃO

Na modalidade de empresa, o profissional da nutrição poderá ter um leque maior de possibilidades, principalmente quando buscar prestar serviços para outras empresas.

Antes de abrir sua empresa, será necessário fazer uma avaliação e planejamento tributário, verificando assim, qual o regime tributário que trará menos impostos. Atualmente existem três regimes tributários, que são: Simples Nacional, Lucro Presumido e Lucro Real. Esse último regime tributário, apesar de existir, não costuma ser vantajoso para ser usado em empresas de nutricionistas individuais, pois apresenta altas porcentagens de impostos. Isso faz o Simples Nacional e o Lucro Presumido ficarem na disputa, sendo selecionado aquele que trará menor carga de desembolsos. Normalmente, de início, o Simples Nacional costuma ser mais vantajoso, mas como frisado algumas vezes já nesse artigo, tudo dependerá de análises.

Acesse o nosso artigo ABERTURA DE EMPRESA PARA NUTRICIONISTAS e veja mais sobre a tributação para sua empresa.

 

O QUE ACONTECE COM O NUTRICIONISTA QUE NÃO DECLARA SEUS GANHOS

Caso você já esteja trabalhando na área e ainda não começou a fazer o carnê leão nem abriu uma empresa, saiba que está correndo um sério risco. A prática de não declarar seus rendimentos é considerada crime de sonegação fiscal e isso pode te sujeitar a várias penalidades impostas pelo governo.

Sabe aquela sua amiga que declara só os recibos? Pois é, isso também é crime de sonegação e ela está sujeita a penalidades tão severas quanto aqueles que não declaram nada, justamente por omitir parte da receita.

Veja abaixo o que a Lei nº 4.729 de 1965 diz sobre crime de sonegação fiscal:

Art 1º Constitui crime de sonegação fiscal:

I – prestar declaração falsa ou omitir, total ou parcialmente, informação que deva ser produzida a agentes das pessoas jurídicas de direito público interno, com a intenção de eximir-se, total ou parcialmente, do pagamento de tributos, taxas e quaisquer adicionais devidos por lei;

II – inserir elementos inexatos ou omitir, rendimentos ou operações de qualquer natureza em documentos ou livros exigidos pelas leis fiscais, com a intenção de exonerar-se do pagamento de tributos devidos à Fazenda Pública;

III – alterar faturas e quaisquer documentos relativos a operações mercantis com o propósito de fraudar a Fazenda Pública;

IV – fornecer ou emitir documentos graciosos ou alterar despesas, majorando-as, com o objetivo de obter dedução de tributos devidos à Fazenda Pública, sem prejuízo das sanções administrativas cabíveis.

V – Exigir, pagar ou receber, para si ou para o contribuinte beneficiário da paga, qualquer percentagem sôbre a parcela dedutível ou deduzida do imposto sobre a renda como incentivo fiscal.

Pena: Detenção, de seis meses a dois anos, e multa de duas a cinco vezes o valor do tributo.

A coisa é bem séria e sei que você, como pessoa de bem, não irá querer seu histórico manchado por conta de uma coisinha dessas, né?! Então não deixe passar, regularize-se da maneira correta para poder dormir tranquilo a noite.

 

COMO A GOMES CONTABILIDADE AJUDA NUTRICIONISTAS DO BRASIL INTEIRO

Ao nos mandar uma mensagem no WhatsApp, coletaremos seus dados e montaremos um planejamento com base nas suas preferências e necessidades, te passando uma projeção completa de gastos que você teria para se regularizar. Além disso, poderemos fazer seu carnê leão ou abrir a sua empresa, te gerando muito mais comodidade, segurança e economia, por poder contar com uma empresa que é especialista em atender nutricionistas.

A Gomes Contabilidade já está no mercado há mais de onze anos e se especializou em atender você, profissional da nutrição, proporcionando o melhor suporte e atendimento humanizado para mais de 46 cidades em 14 estados do Brasil. Então independente de onde você esteja, nós conseguiremos te atender. Pare de perder tempo e nos chame agora! Clique aqui!

Veja esse vídeo e entenda mais sobre as formas de você se regularizar.

Nutricionista Autônomo ou Abrir CNPJ? Contabilidade para Nutricionistas

 

 

 

 

 

 

Abertura de MEI para Fisioterapeutas e Terapeutas Ocupacionais

Então você pensou em abrir um MEI para se regularizar, porque ninguém te instruiu que não podia, né?! Entendo… Mas há uma razão pela qual você não pode optar por essa modalidade e outras opções melhores para se regularizar. Vamos entender melhor.

 

COMO ABRIR UM MEI DE FISIOTERAPIA/TERAPIA OCUPACIONAL. FISIOTERAPEUTAS E TERAPEUTAS OCUPACIONAIS PODEM SER MEI?

Conforme dito no primeiro parágrafo, infelizmente você não pode ser MEI. Isso se dá pelo fato de que o MEI é um regime diferenciado, criado para trazer a formalidade profissões mais básicas que antes estavam irregulares. Na maioria dos casos, as profissões abrangidas pelo MEI não exigem um grau de escolaridade superior, portanto, nenhum profissional da área da saúde pode ter esse tipo de regularização.

Dê uma olhadinha nesse nosso vídeo do Youtube que fala um pouco mais sobre o assunto:

FISIOTERAPEUTA/TERAPEUTA OCUPACIONAL PODE ABRIR MEI COM CNAE DE TREINAMENTOS?

Existem um CNAE específico para as atividade de fisioterapia e outro para as atividade de terapeuta ocupacional, com isso, pode ser dizer que o CNAE de treinamentos não é o correto para se utilizar. Se você abrir um CNPJ com um CNAE diferente ao de fisioterapia ou terapia ocupacional, cometerá uma falta grave e poderá ter que pagar multas por estar desviando a finalidade da empresa, o que é um grande problema para sua saúde financeira. Além disso, não conseguirá emitir uma nota fiscal de maneira correta e isso implicará em dificuldades para seu paciente pedir reembolso no plano/convênio ou até mesmo declarar no IRPF dele, gerando transtornos e criando uma imagem não tão boa da sua clínica.

Se olharmos o Art. 50 do Código Civil, veremos a seguinte descrição:

Art. 50.  Em caso de abuso da personalidade jurídica, caracterizado pelo desvio de finalidade ou pela confusão patrimonial, pode o juiz, a requerimento da parte, ou do Ministério Público quando lhe couber intervir no processo, desconsiderá-la para que os efeitos de certas e determinadas relações de obrigações sejam estendidos aos bens particulares de administradores ou de sócios da pessoa jurídica beneficiados direta ou indiretamente pelo abuso.

Logo abaixo, no parágrafo 1º do mesmo artigo, vemos a explicação do que é desvio de finalidade:

  • 1º  Para os fins do disposto neste artigo, desvio de finalidade é a utilização da pessoa jurídica com o propósito de lesar credores e para a prática de atos ilícitos de qualquer natureza.

Você pode achar que com “credores” ele está falando só de fornecedores, mas o governo também é um credor, já que você deve seus impostos a ele, então utilizar o CNAE de treinamentos para pagar menos impostos ou até mesmo para se enquadrar no MEI trará riscos ao seu negócio.

COMO O FISIOTERAPEUTA/TERAPEUTA OCUPACIONAL PODE SE REGULARIZAR?

Existem basicamente duas formas para a esses tipos de profissionais se regularizarem: como autônomos ou abrindo uma empresa de porte ME, EPP etc.

Veja mais sobre consultando nosso artigo ABERTURA DE EMPRESA FISIOTERAPEUTAS e TERAPEUTAS OCUPACIONAIS.

Na modalidade autônoma, o profissional não terá uma CNPJ e todos os trâmites serão realizados a partir do seu CPF. Por isso deverá ser feito a declaração do carnê leão mensal, juntamente com o pagamento do INSS e do ISS (Imposto Sobre Serviços). No nosso artigo REGULARIZAÇÃO PARA FISIOTERAPEUTAS E TERAPEUTAS OCUPACIONAIS AUTÔNOMOS você poderá entender melhor sobre esses impostos, evitando cair em malhas fiscais.

Já na modalidade de empresa, precisaremos fazer uma análise tributária para entender qual o melhor regime tributário para te enquadrar. O mais usados são o Simples Nacional e o Lucro Presumido, porém, em determinado momento um pode ser mais vantajoso que outro. Aqui fica à dica: não procure uma contabilidade que não seja especializada em te atender, pois isso poderá fazer com que haja um enquadramento tributário incorreto fazendo você pagar mais que o dobro de impostos. Até no Simples Nacional, se não houver cuidado, pode haver essa troca, resultando em milhares de reais de prejuízo ao longo do ano.

COMO A GOMES CONTABILIDADE AJUDA FISIOTERAPEUTAS E TERAPEUTAS OCUPACIONAIS DO BRASIL TODO

Atualmente atendemos 46 cidades em 14 estados do Brasil e viemos nos especializado ao longo de 12 anos para oferecer o melhor para os nossos clientes. Ao nos mandar mensagem no WhatsApp, nosso time de consultores estarão prontos para te fornecer um atendimento muito mais humanizado e personalizado, entendendo suas dificuldades e passando uma orientação específica para sua situação. São inúmeras variáveis e por isso nosso time se dedica ao máximo para entender todas as suas particularidades, oferecendo uma solução especificamente para o seu problema, fazendo você economizar muito, com tudo regularizado de maneira 100% legal.

 

JÁ TENHO EMPRESA ABERTA, MAS GOSTARIA DE CONTAR COM UM SUPORTE ESPECIALIZADO, O QUE FAZER?

Se você já tem uma empresa aberta, mas gostaria de transferir sua contabilidade para nós, basta nos mandar uma mensagem no WhatsApp, nossos consultores irão entender sua situação, passar um orçamento e após você avisar sua atual contabilidade que estará rescindindo o contrato, nós cuidaremos de toda a parte da transferência, sem burocracias e dor de cabeça para você. Lembre-se, tempo é dinheiro, se você estiver enquadrado em um regime tributário ou anexo errado, quanto mais meses demorar para nos contatar, mais dinheiro estará perdendo, literalmente, então não perca tempo, é só clicar aqui.

 

 

 

 

Abertura de Empresa para Fisioterapeutas e Terapeutas Ocupacionais

Ao falar em abertura de empresa para fisioterapeutas/terapeutas ocupacionais, já bate aquele friozinho na barriga, né?! Mas fique ciente que a PJ pode gerar muitos benefícios, principalmente economia nos impostos, blindagem patrimonial, visibilidade e confiança dos clientes/possíveis clientes.

Nesse artigo será desmistificado alguns mitos inerentes a abertura de empresa para fisioterapeutas/terapeutas ocupacionais. Leia até o final, pois informação incompleta é um perigo. Vamos lá!

 

TIPO JURÍDICO PARA EMPRESAS DE FISIOTERAPIA/TERAPIA OCUPACIONAL

Antes de abrir o CNPJ, a primeira coisa a ser verificada é o tipo jurídico que a empresa terá. Existem muitos tipos jurídicos aqui no Brasil, como as Sociedades Simples, Empresários Individuais, Sociedades por Comodities, entre várias outras. Porém, a mais utilizada é a Limitada (LTDA).

O tipo jurídico refletirá diretamente no limite das responsabilidades dos sócios e da empresa, por isso a escolha deve ser correta para que o patrimônio pessoal dos associados não seja colocado em risco. Sim, isso mesmo! Dependendo o tipo jurídico escolhido, as chances do patrimônio pessoal ficar a mercê de penhora caso a entidade entre em dívida ativa com o governo é altíssimo. Devido a isso, a Gomes Contabilidade sempre indica para seus clientes abrirem uma empresa LTDA (Limitada), pois a blindagem patrimonial é muito maior, sendo extremamente difícil do Fisco furar o bloqueio e começar a requisitar bens particulares para saldar a dívida (deve-se lembrar que em casos de fraude cometidas pelos sócios isso não se aplica).

Dentro das empresas LTDAs existem duas repartições: as unipessoais e as sociedades. A única diferença dessas nomenclaturas é a quantidade de sócios que a entidade terá. Se haver apenas um único sócio, a empresa será uma Unipessoal LTDA, agora se houver dois ou mais sócios, será uma Sociedade LTDA.

 

QUAL O REGIME TRIBUTÁRIO IDEAL PARA EMPRESAS DE FISIOTERAPIA/TERAPIA OCUPACIONAL

Existem basicamente dois regimes tributários que poderão ser utilizados para a empresa: o Simples Nacional e o Lucro Presumido. Esses regimes tributários irão definir qual a porcentagem de impostos que a PJ de fisioterapia/terapia ocupacional irá pagar.

Para uma escolha correta do melhor regime em que será pago menos impostos, deverá ser feita uma análise tributária. Nessa análise, coletar-se-á dados do seu cotidiano, como faturamento, formas de trabalho, se você tem consultório ou não, entre outros, e com base nisso será calculado os gastos gerados por cada modalidade

Normalmente, o regime mais vantajoso costuma ser o Simples Nacional, mas isso não é uma verdade absoluta, por isso é importante o acompanhamento de uma contabilidade especializada para ajudar com a manutenção desse sistema, já que dentro dele você poderá ser tributada por duas tabelas que chamamos de Anexos.

A empresa de fisioterapia/terapia ocupacional poderá ser tributada ou pelo Anexo V ou pelo Anexo III. O que fará a tributação ser realizada por um ou por outro será uma relação chamada Fator R, que basicamente utilizará a folha de pagamento seus funcionários, caso tenha, e o pró-labore para ser calculada.

Aqui está mais uma vez a importância de ter a Gomes Contabilidade com você! Caso o enquadramento seja feito incorretamente, você poderá deixar de pagar 6% de impostos para pagar mais 15,5%, então tome bastante cuidado.

Já no lucro presumido, a tributação inicia-se a partir de 11,33% de tributos federais e ainda terá o ISSQN (Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza), que varia de 2% a 5%, dependendo da cidade. Aí nesse ponto você se pergunta, “mas lá no início você não disse que tem que avaliar qual paga menos tributos? Aqui está claro que o Simples Nacional é a melhor opção”. Nem sempre! Lembre-se que no Simples Nacional temos que utilizar o pró-labore para você pagar menos impostos, e quanto mais você fatura, maior é o valor do pró-labore. Como consequência, mais INSS e IRPF será pago. Por isso, em determinado ponto não compensará mais pagar todos os gastos do Simples Nacional, e o Lucro Presumido trará um menor gasto para a empresa de fisioterapia/terapia ocupacional

 

QUAL O CUSTO DE ABERTURA DE UMA EMPRESA?

Infelizmente não é possível passar um valor para abertura de empresa logo de cara, pois isso dependerá muito da cidade e estado em que você se encontra. Além disso, a modalidade da empresa também fará com que esse custo varie. Caso atenda somente por home care ou sublocando espaço por hora, terá um custo, caso tenha um consultório próprio, terá outro.

Os alvarás comuns, que a maioria das empresas precisam ter são os seguintes:

  • Alvará da Vigilância Sanitária;
  • Alvará de Funcionamento;
  • Alvará dos Bombeiros; e
  • Registro no CREFITO.

Veja que no parágrafo anterior eu disse A MAIORIA, então nem todas as empresas precisarão de todos esses alvarás. Para alguns casos não há a necessidade de registro de alguns, para outros, a prefeitura poderá exigir extras. Para garantir que tudo fique correto chame a Gomes Contabilidade no WhatsApp e converse com um dos nossos consultores, assim todas as licenças serão feitas da maneira correta, diminuindo suas despesas com cobrança de taxas indevidas e evitando a cobrança de multas pela fiscalização.

 

COMO ABRIR UMA EMPRESA DE FISIOTERAPIA/TERAPIA OCUPACIONAL DE UM JEITO FÁCIL

Essa resposta é muito simples. Para você conseguir abrir a sua empresa de fisioterapeuta/terapeuta ocupacional de um jeito simples, basta nos chamar no WhatsApp! Nossos consultores irão te passar um orçamento, enviar a lista de documentos necessários para abrir o CNPJ e assim que você retornar, faremos todos esses trâmites burocráticos, enquanto você pode focar no que realmente importa, que é atender e buscar mais pacientes para aumentar seu faturamento. Fale já conosco, basta clicar aqui.

Empresa no Simples Nacional para Psicólogos – Economize nos Impostos

Um dos grandes dilemas dos psicólogos é como pagar menos impostos de maneira legal. A verdade é que ninguém gosta de pagar mais impostos do que deveria, então uma análise tributária poderá ajudar o profissional da saúde a economizar muito dinheiro e tudo isso sem colocar o patrimônio financeiro em risco, por não declarar as coisas devidamente. Por isso uma empresa no Simples Nacional para profissionais da psicologia pode ser a melhor saída.

 

O QUE É SIMPLES NACIONAL

O Simples Nacional é um regime tributário diferenciado, instituído pela Lei Complementar Nº 123, de 14 de Dezembro de 2006. Através desse sistema de tributação, o psicólogo poderá pagar menos impostos de maneira legal.

Dentro do Simples Nacional, uma empresa de psicologia poderá ser tributada por duas tabelas que chamamos de Anexos, logo, os impostos serão pagos ou pelo Anexo V ou pelo Anexo III. Nessa hora é muito importante contar com a Gomes Contabilidade para te ajudar, isso porque, caso seja feito o enquadramento incorreto, você poderá pagar muito mais tributos. Veja abaixo como são os tributos do Anexo V e Anexo III.

Perceba que não se deve nem pensar em cair no Anexo V, pois os impostos começam a partir de 15,50%, mais que o dobro do que o psicólogo pagaria se estivesse no Anexo III.

 

FATOR R E A DETERMINAÇÃO DO ANEXO DO SIMPLES NACIONAL

Para definir qual tabela você se enquadrará, será necessário executar um controle muito bem feito de uma relação chamada de Fator R. Esse indicador é calculado com base na folha de pagamento e encargos trabalhistas dos funcionários somados ao valor do pró-labore. Atingindo um quociente igual ou superior a 28%, o Fator R já enquadrará automaticamente a empresa de psicologia no Anexo III.

Essa análise pode até parecer fácil, mas deve-se levar em consideração outros fatores, como a oscilação do faturamento, projeção de faturamento dos meses seguintes, entre outros dados importantes que poderão garantir que sua empresa seja sempre tributada por essa tabelinha menor, daí a importância de ter uma contabilidade especialista em atender a área, pois assim ela estará monitorando todas essas variáveis com o propósito de te poupar dinheiro.

 

A PARTIR DE QUANDO COMPENSA PARA O PSICÓLOGO TER UMA EMPRESA NO SIMPLES NACIONAL

Estimar esse ponto é muito difícil. Existem muitas variáveis que podem ser consideradas para seguir em diante com a abertura de uma empresa. A mais comum a ser utilizada é o faturamento do psicólogo. Quando o profissional atinge determinado patamar de rendimentos mensais o ideal é já abrir a empresa para que os impostos diminuam em relação aos gastos que ele estaria tendo como autônomo. O valor de faturamento exato para abertura de empresa vai mudar dependendo da sua cidade e estado. Isso ocorre por conta das taxas cobradas por cada ente federativo, que são bem particulares. Alguns estados apresentam uma taxa de junta comercial maior do que outros. Algumas prefeituras cobram um valor menor para liberar o Alvará de Funcionamento do que outras, e assim vai.

Para ter certeza de que é o momento ideal para abrir a sua PJ, mande uma mensagem no nosso WhatsApp, você falará com um dos nossos consultores que poderá gerar comparativos iniciais gratuitos e te mostrar na prática se realmente é interessante iniciar esse processo por agora.

 

LUCRO PRESUMIDO PARA PSICÓLOGO EM VEZ DO SIMPLES NACIONAL

Existe um outro regime tributário chamado Lucro Presumido. Esse regime tributário costuma ter uma porcentagem de impostos mais alta, iniciando em 11,33% de tributos federais e mais o ISS (Imposto Sobre Serviços) que varia de 2% a 5%, dependendo do município em que a empresa de psicologia será registrada. Esse regime tributário costuma ser vantajoso para psicólogos que já têm um faturamento mais alto, pois em determinado patamar, devido ao Fator R do Simples Nacional, os custos ficarão muito altos e então compensará trocar o regime para o Lucro Presumido.

A troca de regime tributário pode ser feito apenas uma vez ao ano, em janeiro. Por isso, caso sua contabilidade não esteja especialista e você esteja achando que está pagando muitos tributos, pode ser que esteja mesmo. Adicione o nosso contato e agende uma consultoria, assim será possível te direcionar a atual situação e, migrando a sua empresa para nós, seguiremos monitorando-a e fazendo as declarações da melhor forma possível, para que no próximo ano haja a troca de regime tributário.

 

RISCOS E PREJUÍZOS POR ENQUADRAMENTO TRIBUTÁRIO INCORRETO

No final do parágrafo anterior eu citei sobre aguardar até o próximo janeiro para trocar o regime tributário, mas é necessário ressaltar que essa nem sempre é a melhor saída. Já houve casos em que foi indicado o fechamento da empresa e a abertura de uma nova, pois ficaria mais barato do que aguardar todo um período para a realização da troca. Sempre prezamos pela maior economia possível dos nossos clientes e as vezes é necessário indicar que seja dado um passo para trás, para logo em seguida realizar um salto para frente.

Isso pode ocorrer também quando é feito o enquadramento tributário incorreto no Simples Nacional, fazendo com que o psicólogo seja tributado pelo Anexo V em vez do Anexo III, por isso evite prejuízos, sempre converse com um especialista na área para garantir que você está pagando o mínimo de impostos possível.

Abaixo tem um vídeo do nosso canal no Youtube que fala mais sobre o Simples Nacional para psicólogos. Dê uma conferida.

 

 

O que é a Malha Fiscal e como o Psicólogo Pode Evitar Cair Nela

Psicólogo, você sabia que corre um sério risco ao não declarar corretamente sua renda?! Isso mesmo! Caso não realize a declaração correta dos seus rendimentos poderá cair na malha fiscal da Receita Federal, conhecida também como malha fina. Abaixo você poderá compreender um pouco mais esse recurso da Receita Federal para fiscalizar profissionais da saúde.

O QUE É MALHA FISCAL (MALHA FINA)

Com o avanço da digitalização no Brasil, os órgãos públicos desenvolveram formas de fiscalizar inúmeras empresas e autônomos com a finalidade de apanhar suas irregularidades. Esses sistemas proporcionaram uma fiscalização em tempo real, sem a necessidade de deslocamento de pessoal para as localidades, economizando muito dinheiro para o Estado.
A malha fina nada mais é do que um cruzamento de dados feito de maneira automática por um supercomputador da Receita Federal chamado T-Rex, capaz de analisar milhões de dados simultaneamente e de maneira automática.
Ao identificar alguma inconsistência na declaração do psicólogo, automaticamente este é notificado através do portal do e-CAC, onde a situação da declaração aparecerá como “Com Pendências”.

 

QUANDO O PSICÓLOGO CAI NA MALHA FINA?

No geral, existem vários motivos que podem levar o psicólogo a cair na malha fina: não declaração correta dos rendimentos; declaração a menor dos valores que de fato recebeu etc. Existem outros cruzamentos de dados que também colocam os profissionais da saúde na malha fiscal, mas vamos nos ater somente aos motivos voltados para a profissão de psicologia.

O motivo mais comum que faz com que o psicólogo seja pego é a não declaração dos recibos. Muitos acreditam que por faturarem um valor pequeno não são obrigados a declarar, mas isso é uma afirmativa incorreta. Consulte o nosso artigo Regularização Para Psicólogas Autônomas para entender o porquê você deve declarar desde o início qualquer valor que receber.

Quando o recibo não é declarado, a Receita Federal saberá que um dos dois está errado: ou o psicólogo não declarou o valor total para não pagar os devidos impostos, cometendo crime de sonegação fiscal; ou o paciente informou um valor que de fato não pagou para reduzir o valor do imposto de renda dele, cometendo um crime de fraude. Nessa situação, ambos serão jogados para a malha fiscal, como uma resposta da Receita no estilo “sei que um de vocês dois está errado, mas não sei qual, então se virem para corrigir o problema. Se não corrigirem, bloquearei o CPF dos dois, retirando todos os seus direitos como cidadãos”. Imagina ter seu CPF bloqueado por uma coisa dessas?! Você não poderá votar, ter registro em carteira, abrir empresa, tirar passaporte e uma série de outras consequências. Tenho certeza de que não irá querer esse transtorno, então declare tudo certinho.

Outra forma que o Estado utiliza para pegar os espertinhos é através do monitoramento da evolução patrimonial. Isso também poderá jogar o psicólogo na malha, ficando sujeito a sofrer todas as sanções descritas no parágrafo anterior. Mas o que é evolução patrimonial? Vou explicar em um exemplo, assim ficará mais fácil de entender:

Suponhamos que você tinha bens que somados, davam o valor de R$50.000,00 em 31/12/x1. Em 31/12/x2 seus bens aumentaram para R$70.000,00. Entretanto no ano dessa declaração, você informou suas fontes de renda foram de apenas R$10.000,00. O resultado é lógico: como você conseguiu aumentar seu patrimônio em R$20.000,00, sendo que só teve rendimentos de R$10.000,00?! Dessa forma, você também será lançado na malha e terá que prestar contas para o Fisco. E nem pense em tentar omitir algum dado, pois a Receita Federal tem tudo descrito em seus arquivos, até mesmo suas movimentações bancárias, pois empresas de médio e grande porte precisam entregar declarações que detalham transações que você teve com elas. Os bancos, por exemplo, declaram cada centavo que você movimentou na sua conta.

COMO O PSICÓLOGO PODE EVITAR CAIR NA MALHA FINA

Para não correr o risco de cair na malha fiscal, o psicólogo deverá declarar sempre todos os valores recebidos e emitir o recibo ou nota fiscal para todos os seus pacientes. Devo lembrar que caso você declare todos os seus rendimentos, mas o paciente não, estará tudo certo e não gerará problema para ninguém, isso se dá pelo fato de que nesses casos o psicólogo cumpriu com sua obrigação de pagamento de tributos, mas o paciente abriu mão do benefício de dedução do IR. Para a Receita Federal isso é ótimo, pois ela obteve a receita dos tributos pagos pelo psicólogo e não precisou dar desconto no IR do paciente, logo ela estará satisfeita, pois não teve déficit (lembrando que tudo isso que acabei de explicar está dentro da lei).

Psicólogo, não cometa o erro de declarar só os recibos, pois é muito comum ocorrer casos em que o paciente declara o valor sem avisar o profissional, jogando ambos para a malha. Além do transtorno em ter que retificar sua declaração e pagar os impostos com juros e multa, poderá deixar uma má impressão para seu cliente.

Ofereça recibo para todos os pacientes, e caso eles não aceitem ainda sim declare o valor. Jamais negue recibo para nenhum dos seus clientes, isso constitui crime contra a ordem tributária e você poderá sofrer graves processos.

Pague o INSS corretamente e também o ISSQN, além de estar cumprindo com a lei, esses tributos poderão ser usados para abaixar o valor do IR que você terá que pagar.

Também é válido informar que empresas podem cair na malha, então se você já trabalhar com a psicologia através da PJ, emita nota fiscal para todos os pacientes. Todos os anos a contabilidade precisa entregar uma declaração chamada DMED, e é através dela que é feito o cruzamento de dados.

Veja esse vídeo do nosso canal do Youtube onde o Cleiton explica um pouco mais sobre o risco da Receita Federal te pegar:

Não corra mais riscos desnecessários, não coloque seu patrimônio financeiro em risco, mande uma mensagem no nosso WhatsApp e converse com um dos nossos consultores. A consultoria inicial por lá é gratuita, então não perca tempo, nos chame agora!

 

 

Como o Psicólogo Pode Pagar Menos Impostos

Para o psicólogo pagar menos impostos é interessante observar as despesas e faturamento que este terá. Para os diferentes modos de regularização, essas fontes farão diferença nos comparativos. Assim, será realizada uma análise tributária eficiente, proporcionando o correto enquadramento em uma das modalidades de regularização.

Vamos entender mais a fundo as diferenças de regularização e entender como isso, aplicado da maneira correta, poderá te proporcionar ganhos financeiros, afinal, economizar nos impostos de maneira legal também é ganhar dinheiro!

PSICÓLOGO PODE DECLARAR SÓ QUEM PEDE RECIBO/NOTA FISCAL PARA PAGAR MENOS IMPOSTOS?

A resposta curta é: NÃO PODE!

É muito comum diversos profissionais fazerem dessa forma, declarando só aqueles pacientes que pedem recibo, mas ao fazer isso, saiba que está cometendo um crime contra a ordem tributária do Brasil, o que poderá te render um processo criminal, fora as multas que vão de 2 a 5 vezes o valor do tributo devido. Por isso fuja dessa prática! Sonegar é colocar seu patrimônio em risco. Imagine: você deixou de pagar R$5.000,00 de impostos, caso a Receita Federal te pegar, você poderá ter que pagar de R$10.000,00 a R$25.000,00, fora que ainda terá que pagar também juros e multas (igual que você paga no boleto quando atrasa), e correção monetária. Esse simples ato poderia fazer com que você perdesse as economias de um ano todo, ou até mais. A mensagem é clara, NÃO SONEGUE!

Se após essas informações você ainda continuar com a prática e achar que é difícil da Receita Federal te pegar, lembre-se que ela nem precisa mandar um fiscal para ver seu livro caixa/contabilidade. O sistema do governo é extremamente preciso na captura de desvios fiscais, então se o paciente que você não deu recibo simplesmente arrumar um jeito de pegar seu CPF e declarar sem te avisar, você cairá na malha. Para corrigir esse problema, terá que declarar o rendimento pago por ela de forma retroativa, o que irá gerar multas e juros (multa de até 20% o valor do tributo devido e juros de 0,33% ao dia). Caso ignore, e deixe a malha lá, seu CPF poderá ficar pendente de regularização, ser bloqueado ou até mesmo cancelado, impedindo que você tenha seus direitos de cidadão, como tirar passaporte, ter empresa, ser registrado, votar. A coisa é bem séria e sei que você não vai querer isso.

Dado esse importante recado, vamos as formas corretas de o psicólogo pagar menos impostos, a que segue a maneira legal.

COMO PSICÓLOGO AUTÔNOMO PODE PAGAR MENOS IMPOSTOS

Quando o profissional da saúde ainda não tem um CNPJ ele irá declarar seus rendimentos através do Carnê Leão. Caso não conheça ainda essa modalidade de declaração, consulte o nosso artigo REGULARIZAÇÃO PARA PSICÓLOGAS AUTÔNOMAS.

Nessa forma de declaração, poderá ser feito a inclusão de despesas chamadas dedutíveis, o que possibilitará a redução do Imposto de Renda. Entretanto, o INSS e o ISS continuarão normais e não poderão ser reduzidos, apenas o IR.

Os gastos informados no Carnê Leão devem ser de uso/consumo, desde que sejam essenciais para a manutenção da receita do psicólogo. Aqui entram gastos como aluguel/sublocação do consultório; energia, água e internet do consultório; material de escritório e de limpeza do consultório, entre outros. É muito importante frisar que o ideal é contar com o apoio de uma contabilidade especializada em atender sua área, pois ela poderá te ajudar a fazer as análises corretas dessas despesas, garantindo a maximização da dedução.

Ressaltamos que nem todas as despesas são dedutíveis. Por exemplo, gastos com gasolina do seu carro para ir trabalhar. Em algumas situações ela pode ser utilizada, como quando você atende o paciente no modelo home care (na casa dele). Mas quando você abastece seu carro para ir ao seu consultório trabalhar, ela já não poderá ser utilizada, pois não é considerada despesa essencial para manutenção da sua receita.

Não entendeu, né?! Um exemplo mais básico para facilitar sua compreensão: realizemos a comparação entre um psicólogo e um representante comercial. O psicólogo pode pegar um ônibus e chegar mais cedo no consultório. Independente a maneira que chegar lá, isso não afetará a obtenção das suas receitas, pois seus pacientes irão até o local para serem atendidos conforme a ordem de agendamento. Agora imagina se o representante comercial fosse trabalhar de ônibus. Visitaria o primeiro cliente, teria que esperar 30 minutos no ponto, pegar o transporte, ir até o segundo ponto, visitar o cliente. Esperar mais 30 minutos no ponto… Vê como isso interfere o trabalho dele? Se ele tivesse o próprio veículo, nesse período teria visitado 5x mais clientes. Logo, para o representante comercial o carro e o gasto com gasolina é essencial para a obtenção da receita e é uma despesa de uso/consumo dele em suas atividades, já para o psicólogo não. Primeiro porque ele não usa gasolina nos seus atendimentos e segundo, porque se trocarmos a maneira do psicólogo chegar ao consultório, desde que ele chegue no horário, a receita não será afetada.

 

COMO PSICÓLOGO PODE PAGAR MENOS IMPOSTOS ABRINDO UMA EMPRESA

Depois de explicar a modalidade de autônomo, temos também a possibilidade de abertura de empresa.

Ao contrário do que muitos pensam, a abertura de um CNPJ de psicologia é muito simples. Contando com o apoio da Gomes Contabilidade você simplesmente precisará enviar a documentação solicitada que faremos todo o processo para você, desde a inscrição nos órgãos públicos até o registro no CRP. Para saber mais sobre abertura de PJ, deixe a aba desse outro artigo que te indicarei aberta e assim que terminar este dê uma passada lá para conferir. O artigo é o ABERTURA DE EMPRESA PARA PSICÓLOGAS.

Vamos lá. Ao comparar a modalidade autônoma com o CNPJ, já vemos de cara a diferença. Enquanto na modalidade de profissional liberal o psicólogo paga 20% de INSS, IRPF que vai de 0 a 27,5% e ISS anual, na modalidade PJ o psicólogo poderá começar a pagar impostos a partir de 6%, mais INSS e IRPF sobre o pró-labore.

“Opa, então entendo que de cara já vale a pena abrir o CNPJ, os gastos são bem menores!”. Infelizmente não é bem assim. No artigo sobre abertura de empresas você entenderá melhor, mas a abertura do CNPJ é indicada a partir de um determinado valor de faturamento, pois quando os rendimentos do psicólogo ainda forem baixos, os custos podem não ser tão interessantes. Aqui volto a ressaltar a importância de ter a Gomes Contabilidade com você. Ao contratar os nossos serviços, estaremos sempre monitorando seu faturamento para indicar o melhor momento de abertura de um CNPJ, te garantindo a maior economia possível!

Concluindo, a abertura do CNPJ com uma análise tributária adequada pode ser uma forma de escape para que você diminua os gastos com tributos. Considerando o faturamento dos últimos meses, realizaremos comparativos para verificar se é interessante te enquadrar no Simples Nacional, onde os impostos começam a partir de 6%.

Há também um outro regime tributário que a empresa de psicologia pode ser enquadrada, que é o lucro presumido. Nessa modalidade, os tributos iniciam a partir de 11,33% e ainda tem o ISS que pode variar de 2 a 5%, dependendo da sua cidade. Você pode achar que não é viável ser enquadrado dessa maneira, mas em determinado patamar, quando seu faturamento já for bem maior (por volta de uns R$23.000,00 a R$30.000,00 mensais), os custos do Simples Nacional ultrapassarão essa porcentagem de impostos, então compensará fazer a troca.

Mande uma mensagem no nosso WhatsApp agora e faça sua consultoria inicial por lá de maneira gratuita! Assim poderá ter um direcionamento dos nossos consultores e começar a economizar dinheiro desde já!

Como o Psicólogo Pode Emitir Nota Fiscal

Para o psicólogo emitir nota fiscal da maneira correta, deverá estar atento aos requisitos e regularizações a serem exercidas, evitando cair em malhas finas ou pagar impostos a mais do que deveria. Vamos entender um pouco mais esse conceito, para que você, profissional da saúde, possa fazer a regularização da maneira correta e evitar prejuízos por não pagar impostos como deveria.

 

TEM COMO O PSICÓLOGO EMITIR NOTA FISCAL SEM CNPJ?

Existem duas formas de o psicólogo emitir nota fiscal: como autônomo ou como empresa. Como autônomo a emissão é bem restrita, já que não são todas as prefeituras que liberam os documentos fiscais para essa modalidade.

Aqui também há um outro problema. Muitos profissionais da saúde acreditam que ao prestar serviços para uma empresa que exige nota fiscal, a emissão do documento fiscal como autônomo/profissional liberal (já explicamos a diferença entre profissional liberal e autônomo. Clique aqui para entender melhor) já será o suficiente para ficar regular. Sinto lhe dizer que esta é uma premissa equivocada.

Quando é emitida a nota fiscal de um profissional liberal para um CNPJ, a empresa que está recebendo os serviços ainda ficará obrigada a emitir o RPA (Recibo de Pagamento ao Autônomo) e descontar os impostos. Isso se dá pelo fato de o psicólogo não conseguir declarar essa renda de maneira legal, a não ser através do recebimento do RPA e do Informe de Rendimentos no ano seguinte.

Existem algumas possibilidades de declaração sem o recebimento do RPA, mas todas elas têm chance de cair na malha fina, já que provavelmente a empresa que recebeu a nota não te incluirá nas declarações obrigatórias e ao ser feito o cruzamento de dados, será constatada a irregularidade.

Concluindo, se for emitir nota fiscal para uma outra pessoa física, pode fazer normalmente e declarar o recebimento direto no Carnê Leão, que é uma declaração obrigatória para que você também não caia em malhas fiscais. Agora se for emitir nota fiscal para uma empresa, precisará tomar o cuidado de ter seu próprio CNPJ. Vamos ver mais abaixo

Caso não saiba o que é Carnê Leão, consulte o nosso artigo Regularização para Psicólogas Autônomas e evite cair na malha fina, tendo que pagar impostos com multas, juros e correção monetária.

 

QUAL A FORMA CORRETA DO PSICÓLOGO EMITIR A NOTA DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PARA UMA CLÍNICA OU OUTRA EMPRESA

A maneira correta de ser feita a emissão do documento fiscal é abrindo sua própria empresa. Ao ter o seu CNPJ, as receitas auferidas pela prestação de serviços entrarão na conta bancária da sua firma e serão tributadas corretamente de acordo com o regime tributário enquadrado. Dessa forma, o rendimento terá uma origem e depois poderá ser transferido para sua conta pessoal como pró-labore ou distribuição de lucro e declarado corretamente no Imposto de Renda Anual, evitando que você caia em malhas fiscais em tenha que perder dinheiro com multas.

Normalmente, a prefeitura disponibiliza um emissor de notas fiscais gratuitamente para que o psicólogo possa emitir nota, mas devemos Frisar que não são todos os municípios que oferecem essa praticidade e para algumas cidades será necessária a contratação de um emissor por conta própria.

Para garantir que a emissão dos documentos fiscais sejam feitos da maneira correta é interessante que você contate a sua contabilidade para te auxiliar. Ela poderá te ajudar a configurar o sistema e te orientar sobre os procedimentos a serem realizados. Aqui na Gomes Contabilidade, além de deixar o sistema configurado para você, ainda geramos um manual ensinando passo a passo como você pode emitir suas notas e, caso prefira, oferecemos um serviço extra para emitir suas notas, livrando seu tempo para focar no que realmente importa, que é fazer seu negócio crescer.

 

NOTA FISCAL AVULSA

Caso você não queira abrir uma empresa, poderá optar pela emissão de uma nota fiscal avulsa. Entretanto, essa não costuma ser uma boa opção a longo prazo, já que a emissão desse tipo de documento fiscal é limitada a pouquíssimas quantidades por ano. Algumas cidades chegam a liberar a emissão de apenas 5 notas fiscais avulsas por ano.

Para poder saber mais sobre as notas fiscais avulsas o ideal é que procure a prefeitura da sua cidade, pois para cada município há uma legislação e forma de emissão diferente.

 

COMO O PSICÓLOGO DEVE SE PREPARAR PARA EMITIR NOTAS

Para emitir os documentos fiscais, você deverá pegar os seguintes dados dos seus pacientes:

  • Nome completo;
  • Data de nascimento;
  • CPF; e
  • Endereço com CEP.

Se porventura, o paciente for uma pessoa e aquela quem te paga for outra (por exemplo, o paciente é o Joãozinho, mas quem te paga é o pai dele, o Cleiton), você deverá pegar também os dados do pagador. Isso porque, nesses casos, a nota fiscal normalmente é emitida no nome do pagador, mas na observação do documento informamos os dados do paciente, para que no próximo ano já esteja tudo correto para ser entregue uma declaração obrigatória exigida pelo governo chamada DMED.

Nas configurações do sistema de emissão, deve ser verificado se o regime tributário discriminado está de acordo com o que de fato sua empresa está enquadrada. Isso é muito importante, pois é comum a prefeitura demorar alguns dias para processar a informação da sua empresa. Caso você esteja no Simples Nacional tome muito cuidado, pois normalmente demora de 1 a 3 dias para que seja reconhecido o enquadramento e atualizado a classificação. Caso emita uma nota fiscal antes dessa atualização, provavelmente pagará mais impostos do que deveria, sendo tributado como Lucro Presumido.

Por último, mas não menos importante, lembre-se de anotar as datas das sessões e informá-las no campo de observações, junto com seu nome, CRP e os dados do paciente (se este for diferente do pagador, conforme explicado). Ao executar essa inclusão, além de ter um histórico para conferências, caso necessário, possibilitará uma maior facilidade para seu cliente conseguir reembolso do plano de saúde ou convênio, evitando transtornos.

Se quiser saber mais sobre a emissão de notas, adicione nosso WhatsApp e converse com um dos nossos consultores. Estaremos ansiosos para te atender da melhor forma possível, proporcionando uma experiência extraordinária e apta para resolver os seus problemas!

Como Psicólogo Pode Emitir Recibo – 4 Dicas Para Não Cair Na Malha Fina

A emissão de recibos pode te trazer transtornos se não for devidamente regularizada. Para não cair na malha fina, o psicólogo deve estar atento as declarações que têm que fazer, evitando riscos fiscais e pagamento de multas.

QUANTO O PSICÓLOGO TEM QUE ESTAR GANHANDO PARA COMEÇAR A DECLARAR IMPOSTO DE RENDA

A partir do seu primeiro recebimento, você já precisa efetuar as declarações corretas, para evitar cair na malha fina e pagar os devidos impostos. Se formos olhar o famoso PERGUNTÃO DO IMPOSTO DE RENDA, veremos que lá não fica discriminado um limite mínimo que te isentaria de declarar os valores que recebe:

Conforme grifado na imagem acima, veja que ele cita que todos aqueles que têm rendimentos não tributados na fonte e não decorrentes de trabalho assalariado, bem como todos que prestam serviços sem vínculo empregatício estão sujeitos a declaração mensal do carnê leão. Traduzindo, você psicóloga que atende seus pacientes particulares, se enquadra em todo o texto grifado, pois os seus pacientes não descontam do seu pagamento os impostos que você tem pagar (a obrigação é sua de declarar e pagar), e também, vocês não tem nenhum vínculo empregatício, ou seja, seu cliente não te registra em carteira.

Devo te lembrar que não existe apenas o carnê leão como forma de declaração para a psicóloga. Acesse nosso artigo REGULARIZAÇÃO PARA PSICÓLOGOS e veja as formas que você pode declarar seus impostos corretamente. Esse artigo te fará economizar muito dinheiro.

O QUE ACONTECE SE O PSICÓLOGO NÃO DECLARAR TODOS OS PACIENTES

Se o psicólogo não declarar todos os pacientes e for fiscalizado ou pego pela malha fiscal, ficará sujeito a multas que vão de duas a cinco vezes o valor do imposto devido. Veja abaixo o que a Lei nº 4.729 de 1965 diz sobre crime de sonegação fiscal:

Art 1º Constitui crime de sonegação fiscal:

I – prestar declaração falsa ou omitir, total ou parcialmente, informação que deva ser produzida a agentes das pessoas jurídicas de direito público interno, com a intenção de eximir-se, total ou parcialmente, do pagamento de tributos, taxas e quaisquer adicionais devidos por lei;

II – inserir elementos inexatos ou omitir, rendimentos ou operações de qualquer natureza em documentos ou livros exigidos pelas leis fiscais, com a intenção de exonerar-se do pagamento de tributos devidos à Fazenda Pública;

III – alterar faturas e quaisquer documentos relativos a operações mercantis com o propósito de fraudar a Fazenda Pública;

IV – fornecer ou emitir documentos graciosos ou alterar despesas, majorando-as, com o objetivo de obter dedução de tributos devidos à Fazenda Pública, sem prejuízo das sanções administrativas cabíveis.

V – Exigir, pagar ou receber, para si ou para o contribuinte beneficiário da paga, qualquer percentagem sobre a parcela dedutível ou deduzida do imposto sobre a renda como incentivo fiscal.

Pena: Detenção, de seis meses a dois anos, e multa de duas a cinco vezes o valor do tributo.

Declare tudo sempre da maneira correta, pois assim evitará todos esses transtornos e perdas financeiras.

O PACIENTE NÃO QUIS RECIBO E AGORA VEIO PEDIR, O PSICÓLOGO PRECISA FORNECER?

Sim! Devo lembrar que a emissão do recibo pelo psicólogo é uma obrigatoriedade, então você precisa FORNECER RECIBO PARA TODOS OS SEUS PACIENTES.

Ao negar o recibo, você estará cometendo um crime contra a ordem tributária definido pelo inciso V, do Art. 1º  da Lei Nº 8.137/90 e poderá ter consequências muito graves:

Art. 1° Constitui crime contra a ordem tributária suprimir ou reduzir tributo, ou contribuição social e qualquer acessório, mediante as seguintes condutas:

[…]

V – negar ou deixar de fornecer, quando obrigatório, nota fiscal ou documento equivalente, relativa a venda de mercadoria ou prestação de serviço, efetivamente realizada, ou fornecê-la em desacordo com a legislação.

Pena – reclusão de 2 (dois) a 5 (cinco) anos, e multa.

[…]

COMO PSICÓLOGO PODE EMITIR RECIBO

O psicólogo pode emitir um recibo normalmente feito pelo próprio Word. Nele deverá constar o seu nome completo, CPF e CRP, bem como nome completo e CPF do paciente e o valor e data das sessões. Dessa forma o paciente terá um documento válido para poder levar ao plano de saúde e pedir reembolso ou declarar no imposto de renda pessoa física.

Mande uma mensagem no nosso WhatsApp que enviaremos para você o modelinho de recibo sem custo algum, assim poderá ter certeza que tem um correto.

O PACIENTE PEDIU NOTA FISCAL DE PSICOLOGIA O QUE FAZER

Quando o paciente te pedir nota fiscal, mas você ainda não tiver empresa aberta, poderá fornecer um recibo no lugar. Como dito no parágrafo anterior, um recibo devidamente feito é aceito por muitos lugares. A nota fiscal normalmente é emitida quando o psicólogo tem empresa. São poucas as cidades que permitem a emissão de nota fiscal para psicólogos autônomos. Consulte nosso artigo ABERTURA DE EMPRESA PARA PSICÓLOGAS e veja se a opção de empresa já é interessante para você. Para dúvidas que você tiver, também fique à vontade para nos chamar no WhatsApp clicando aqui.

Após toda essa explicação vamos então as dicas para que você não caia na malha.

DICAS PARA O PSICÓLOGO NÃO CAIR NA MALHA

1 – Declare 100% dos seus rendimentos. Mesmo que o paciente bata o pé de não quer o recibo, declare ele, pois assim, se ele vier a solicitar o recibo futuramente ou declarar os seus dados no IRPF dele sem avisar, por sua parte estar regularizada você não cairá na malha e não terá que gastar com juros e multas por ter que pagar impostos atrasados;

2 – Se regularize desde o início, pois assim, já estará de acordo com as leis e não correrá riscos de ser pega pela malha;

3 – Não pule etapas! Muitos psicólogos declaram seus rendimentos direto no Imposto de Renda anual. A Receita Federal vem se atualizando a cada dia e logo pode ser que ela comece a pegar isso também. Faça seu carnê leão direitinho e importe os dados para a declaração anual quando for a hora;

4 – Conte com a Gomes Contabilidade para te orientar. Ter uma contabilidade que é especialista em atender sua área poderá fazer você poupar muito dinheiro. Por termos longa experiência com psicólogos, poderemos te orientar a forma correta de se regularizar, o que fará você poupar muito dinheiro desde o início. Além disso, você poderá garantir que seus dados estão sendo informados da maneira correta, evitando cair na malha por um erro. Olha só esse super feedback de uma das nossas clientes. Veja inteiro em! Lembre-se, não pule etapas.

[…]

COMO PSICÓLOGO PODE EMITIR RECIBO

O psicólogo pode emitir um recibo normalmente feito pelo próprio Word. Nele deverá constar o seu nome completo, CPF e CRP, bem como nome completo e CPF do paciente e o valor e data das sessões. Dessa forma o paciente terá um documento válido para poder levar ao plano de saúde e pedir reembolso ou declarar no imposto de renda pessoa física.

Mande uma mensagem no nosso WhatsApp que enviaremos para você o modelinho de recibo sem custo algum, assim poderá ter certeza que tem um correto.

O PACIENTE PEDIU NOTA FISCAL DE PSICOLOGIA O QUE FAZER

Quando o paciente te pedir nota fiscal, mas você ainda não tiver empresa aberta, poderá fornecer um recibo no lugar. Como dito no parágrafo anterior, um recibo devidamente feito é aceito por muitos lugares. A nota fiscal normalmente é emitida quando o psicólogo tem empresa. São poucas as cidades que permitem a emissão de nota fiscal para psicólogos autônomos. Consulte nosso artigo ABERTURA DE EMPRESA PARA PSICÓLOGAS e veja se a opção de empresa já é interessante para você. Para dúvidas que você tiver, também fique à vontade para nos chamar no WhatsApp clicando aqui.

Após toda essa explicação vamos então as dicas para que você não caia na malha.

DICAS PARA O PSICÓLOGO NÃO CAIR NA MALHA

1 – Declare 100% dos seus rendimentos. Mesmo que o paciente bata o pé de não quer o recibo, declare ele, pois assim, se ele vier a solicitar o recibo futuramente ou declarar os seus dados no IRPF dele sem avisar, por sua parte estar regularizada você não cairá na malha e não terá que gastar com juros e multas por ter que pagar impostos atrasados;

2 – Se regularize desde o início, pois assim, já estará de acordo com as leis e não correrá riscos de ser pega pela malha;

3 – Não pule etapas! Muitos psicólogos declaram seus rendimentos direto no Imposto de Renda anual. A Receita Federal vem se atualizando a cada dia e logo pode ser que ela comece a pegar isso também. Faça seu carnê leão direitinho e importe os dados para a declaração anual quando for a hora;

4 – Conte com a Gomes Contabilidade para te orientar. Ter uma contabilidade que é especialista em atender sua área poderá fazer você poupar muito dinheiro. Por termos longa experiência com psicólogos, poderemos te orientar a forma correta de se regularizar, o que fará você poupar muito dinheiro desde o início. Além disso, você poderá garantir que seus dados estão sendo informados da maneira correta, evitando cair na malha por um erro. Olha só esse super feedback de uma das nossas clientes. Veja inteiro em! Lembre-se, não pule etapas.

[…]

COMO PSICÓLOGO PODE EMITIR RECIBO

O psicólogo pode emitir um recibo normalmente feito pelo próprio Word. Nele deverá constar o seu nome completo, CPF e CRP, bem como nome completo e CPF do paciente e o valor e data das sessões. Dessa forma o paciente terá um documento válido para poder levar ao plano de saúde e pedir reembolso ou declarar no imposto de renda pessoa física.

Mande uma mensagem no nosso WhatsApp que enviaremos para você o modelinho de recibo sem custo algum, assim poderá ter certeza que tem um correto.

O PACIENTE PEDIU NOTA FISCAL DE PSICOLOGIA O QUE FAZER

Quando o paciente te pedir nota fiscal, mas você ainda não tiver empresa aberta, poderá fornecer um recibo no lugar. Como dito no parágrafo anterior, um recibo devidamente feito é aceito por muitos lugares. A nota fiscal normalmente é emitida quando o psicólogo tem empresa. São poucas as cidades que permitem a emissão de nota fiscal para psicólogos autônomos. Consulte nosso artigo ABERTURA DE EMPRESA PARA PSICÓLOGAS e veja se a opção de empresa já é interessante para você. Para dúvidas que você tiver, também fique à vontade para nos chamar no WhatsApp clicando aqui.

Após toda essa explicação vamos então as dicas para que você não caia na malha.

DICAS PARA O PSICÓLOGO NÃO CAIR NA MALHA

1 – Declare 100% dos seus rendimentos. Mesmo que o paciente bata o pé de não quer o recibo, declare ele, pois assim, se ele vier a solicitar o recibo futuramente ou declarar os seus dados no IRPF dele sem avisar, por sua parte estar regularizada você não cairá na malha e não terá que gastar com juros e multas por ter que pagar impostos atrasados;

2 – Se regularize desde o início, pois assim, já estará de acordo com as leis e não correrá riscos de ser pega pela malha;

3 – Não pule etapas! Muitos psicólogos declaram seus rendimentos direto no Imposto de Renda anual. A Receita Federal vem se atualizando a cada dia e logo pode ser que ela comece a pegar isso também. Faça seu carnê leão direitinho e importe os dados para a declaração anual quando for a hora;

4 – Conte com a Gomes Contabilidade para te orientar. Ter uma contabilidade que é especialista em atender sua área poderá fazer você poupar muito dinheiro. Por termos longa experiência com psicólogos, poderemos te orientar a forma correta de se regularizar, o que fará você poupar muito dinheiro desde o início. Além disso, você poderá garantir que seus dados estão sendo informados da maneira correta, evitando cair na malha por um erro. Olha só esse super feedback de uma das nossas clientes. Veja inteiro em! Lembre-se, não pule etapas.

Entre em contato conosco pelo WhatsApp e faça uma simulação agora! A primeira consultoria por lá é gratuita, então você não pagará nada.

Qual a Diferença Entre Profissional Liberal E Autônomo?

PROFISSIONAL AUTÔNOMO

Os profissionais autônomos são aqueles que exercem uma profissão que não exige o grau de formação superior. Normalmente são trabalhos mais básicos, como pedreiros, carpinteiros, mecânicos, entre outros. Eles não possuem vínculo empregatício com empresas, mas podem prestar serviços tanto para CNPJ’s quanto para pessoas físicas. Normalmente, quando prestam serviços para CNPJ’s, precisam receber através de RPA (Recibo de Pagamento ao Autônomo), onde a própria empresa que o contratou terá que emitir essa documentação e descontar os devidos impostos (IR, INSS e ISS).

Boa parte das profissões dos autônomos são permitidas ao MEI, justamente por serem profissões mais básicas e terem menor faturamento. Essa pode ser uma boa opção para o autônomo conseguir prestar serviços para outros CNPJ’s, pois farão com que a contratante tenha menos custos referente a tributos.

 

PROFISSIONAL LIBERAL

Já os profissionais liberais são aqueles que exercem uma profissão que exige o grau de formação superior. Psicólogos, médicos, fisioterapeutas, nutricionistas, dentistas, entre outros que se encaixam nessa modalidade. Estes profissionais também podem prestar serviços tanto para CNPJ’s quanto para pessoas físicas, porém, se visam prestar serviços para CNPJ’s, talvez seja interessante verificar as opções de abertura de suas próprias empresas, pois por terem uma remuneração maior (normalmente), as contratantes preferem buscar prestadores de serviço que já tenham um CNPJ do que contratar um profissional liberal, visto que pela segunda opção, a contratante terá mais custos do que pela primeira.

A grande maioria dos profissionais liberais (para não dizer todos) são impedidos de ser MEI, por tratar-se de profissões mais qualificadas e que precisam de acompanhamento mais adequado por parte da fiscalização e dos conselhos de classe, fora que também costumam faturar bem mais do que um autônomo.

 

COMO PROFISSIONAL LIBERAL PODE ABRIR EMPRESA?

Essa resposta é muito simples. Para você conseguir abrir a sua empresa de um jeito simples, basta nos chamar no WhatsApp! Nossos consultores irão te passar o orçamento, enviar a lista de documentos necessários para abrir o CNPJ e assim que você retornar, faremos todos esses trâmites burocráticos, enquanto você pode focar no que realmente importa, que é atender e buscar mais pacientes para aumentar seu faturamento.

Fale já conosco, basta clicar aqui!

Regularização para Psicólogas Autônomas

Está começando a atender, ou já atende algum tempo e não sabia que precisava declarar esses rendimentos, nem de licenças para trabalhar? Isso é bem comum. Normalmente psicólogas não são orientadas que devem fazer toda uma regularização antes de começar a trabalhar e isso é péssimo, pois pode por o seu financeiro em risco, já que te deixa passível de receber multas por não fazer as devidas declarações.

Este artigo falará um pouco mais sobre como os profissionais de psicologia autônomos podem se regularizar.

 

PSICÓLOGA PRECISA ABRIR EMPRESA PARA SE REGULARIZAR?

A resposta curta é: Não.

Existem duas formas para a psicóloga se regularizar: como autônoma, fazendo o carnê leão, ou abrindo um CNPJ e trabalhando como empresa.

Se você quiser mais sobre a abertura de empresa, acesse nosso artigo Abertura de empresa para psicólogas e também assista nosso vídeo no Youtube:

 

Neste artigo iremos abordar a regularização como autônoma, sem a abertura do CNPJ, mas entenda que nem sempre esse será o caminho mais econômico, portanto não deixe de acessar o artigo e ver o vídeo acima para conhecer mais. Além disso, mande uma mensagem no nosso WhatsApp e converse com um dos nossos consultores, eles irão te ouvir e com todo cuidado e carinho te ajudarão a verificar a melhor forma de se regularizar.

A consultoria inicial pelo WhatsApp não tem custo nenhum, então não perca essa oportunidade!

COMO PSICÓLOGA AUTÔNOMA PODE SE REGULARIZAR?

A regularização para aquelas profissionais que não tem CNPJ é feita através do Carnê Leão. O Carnê Leão é uma declaração mensal obrigatória para todos aqueles profissionais que prestam serviços para outras pessoas físicas e não têm personalidade jurídica.

No Carnê Leão, você informará os seus rendimentos e algumas despesas que poderão ajudar a diminuir o valor do DARF de IRPF a pagar. Nem todas as despesas podem ser utilizadas para essa finalidade, então é importante ter o apoio da Gomes Contabilidade para te ajudar a classificar corretamente esses custos e garantir a maximização de dedução, reduzindo seus custos.

 

PODE INFORMAR OS RECIBOS DIRETO NO IMPOSTO DE RENDA PESSOA FÍSICA (IMPOSTO DE RENDA ANUAL)?

Pela lei não é possível ser feito dessa forma. Deixando de fazer o Carnê Leão, você poderá ficar sujeita a multas e juros por não recolher os tributos conforme deveria, mês a mês. Se verificar o disposto no famoso “Perguntas e Respostas IRPF”, verá que o correto é fazer a declaração mensal, para depois importar os dados para o Imposto de Renda Anual e transmitir para a Receita Federal:

Sujeita-se ao recolhimento mensal obrigatório a pessoa física residente no Brasil que receber:
1 – rendimentos de outras pessoas físicas que não tenham sido tributados na fonte no Brasil, tais como decorrentes de arrendamento, subarrendamento, locação e sublocação de móveis ou imóveis, e os decorrentes do trabalho não assalariado, assim compreendidas todas as espécies de remuneração por serviços ou trabalhos prestados sem vínculo empregatício;

[…]

Nessa parte grifada é que o psicólogo se inclui. Abaixo pode ver também, que deverá ser informado o CPF do paciente, bem como o valor dos serviços. É através disso que a Receita Federal faz o cruzamento de dados e fiscaliza profissionais que não declaram corretamente seus rendimentos:

Os médicos, odontólogos, fonoaudiólogos, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, advogados, psicólogos, corretores e administradores de imóveis deverão informar na Ficha Rendimentos Tributáveis Recebidos de Pessoa Física/Exterior da Declaração de Ajuste Anual (DAA) o número de inscrição no Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) do titular do pagamento e do beneficiário dos serviços por eles prestados, bem como o valor dos referidos serviços.

 

PSICÓLOGO PODE DECLARAR SOMENTE OS RECIBOS?

Com certeza NÃO!

A omissão de receitas é considerado crime contra a ordem tributária e poderá gerar sanções muito graves. Para ficar regular é muito importante emitir recibos para todos os pacientes e declarar 100% das receitas. Existem alguns pacientes que não querem o recibo de jeito nenhum, nesses casos, se foi por opção do paciente, tudo bem, não force-o a pegar o recibo, mas frise que é interessante que ele tenha esse documento e que isso não irá prejudica-lo em nada. Se mesmo assim o paciente não aceitar o recibo, declare o valor recebido no Carnê Leão, pois estará recolhendo os impostos corretamente e evitando problemas com o Fisco.

 

QUAIS IMPOSTOS O PSICÓLOGO AUTÔNOMO PRECISA PAGAR?

São três impostos que o psicólogo autônomo precisa pagar:

  • DARF IRPF;
  • INSS;
  • ISS.

O DARF é o imposto gerado dentro do Carnê Leão. Trata-se do boleto de Imposto de Renda e pode variar desde a faixa isenta, onde não é gerado tributo algum, até a faixa de 27,5%. Este tributo é mensal.

O INSS é gerado a parte, mas ainda sim é obrigatório e a alíquota correta para os autônomos é a de 20% do faturamento. Em 2017 a Receita Federal realizou uma operação apenas para fiscalizar autônomos que não estavam contribuindo corretamente com o INSS, então pague esse tributo corretamente para não por sua saúde financeira em risco, tendo que pagar multas e juros por não ter feito o recolhimento anteriormente. Esta contribuição também é mensal.

Por último, mas não menos importante, temos o ISS ou ISSQN, que é o Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza. Esse tributo também é gerado fora do Carnê Leão. Ele é devido para a prefeitura do seu município, então deve procurá-los para se regularizar. Normalmente o ISS é um valor fixo cobrado anualmente, mas isso varia de cidade para cidade, por isso é importante consultar os órgãos responsáveis para recolhê-lo corretamente.

 

COMO PSICÓLOGO AUTÔNOMO PODE REGULARIZAR O CONSULTÓRIO?

Além desses impostos a serem pagos acima, você também precisará buscar a Vigilância Sanitária, os Bombeiros e a própria prefeitura para adquirir os respectivos alvarás (na prefeitura você irá retirar o alvará de funcionamento). Dessa forma seu consultório ficará totalmente regular e você não terá que realizar desembolsos financeiros para arcar com multas por ter alguma documentação faltante.

 

COMO FAZER CARNÊ LEÃO?

O processo para realizar o Carnê Leão pode ser um pouco complexo para ser executado por quem não tem muito domínio sobre a área fiscal, por isso é essencial que contar com uma contabilidade especialista em atender a área para garantir que todas as declarações sejam feitas corretamente, evitando cair em malhas fiscais.

A Gomes Contabilidade poderá analisar seus rendimentos e despesas, declarando corretamente suas receitas, para evitar que caia na malha, e informando de maneira assertiva seus custos, para garantir a maximização de descontos no DARF. Envie uma mensagem agora mesmo no nosso WhatsApp e converse com um dos nossos consultores.

A consultoria inicial feita pelo WhatsApp é gratuita, então não perca tempo.

Abertura de MEI Para Psicólogos

Já sei, já sei. Você chegou até aqui porque pensou em abrir um MEI para se regularizar, porque ninguém te instruiu que não podia, né?! Te entendo! Mas pode deixar que irei te explicar certinho o porquê você não pode ser MEI e quais são as opções para se regularizar.

COMO ABRIR UM MEI DE PSICOLOGIA/PSICÓLOGOS PODEM SER MEI?

Conforme dito no primeiro parágrafo, infelizmente você não pode ser MEI. Isso se dá pelo fato de que o MEI é um regime diferenciado, criado para trazer a formalidade profissões mais básicas que antes estavam irregulares. As profissões abrangidas pelo MEI não exigem um grau de escolaridade superior, portanto, nenhum profissional da área da saúde pode ter esse tipo de regularização.

Dê uma olhadinha nesse nosso vídeo do Youtube que fala um pouco mais sobre o assunto:

 

PSICÓLOGO PODE ABRIR MEI COM CNAE DE TREINAMENTOS?

Definitivamente NÃO!

Se você abrir um CNPJ com um CNAE diferente ao de psicologia, cometerá uma falta grave e poderá ter que pagar multas por estar desviando a finalidade da empresa, o que é um grande problema para sua saúde financeira.

Se olharmos o Art. 50 do Código Civil, veremos a seguinte descrição:

Art. 50.  Em caso de abuso da personalidade jurídica, caracterizado pelo desvio de finalidade ou pela confusão patrimonial, pode o juiz, a requerimento da parte, ou do Ministério Público quando lhe couber intervir no processo, desconsiderá-la para que os efeitos de certas e determinadas relações de obrigações sejam estendidos aos bens particulares de administradores ou de sócios da pessoa jurídica beneficiados direta ou indiretamente pelo abuso.

Logo abaixo, no parágrafo 1º do mesmo artigo, vemos a explicação do que é desvio de finalidade:

  • 1º  Para os fins do disposto neste artigo, desvio de finalidade é a utilização da pessoa jurídica com o propósito de lesar credores e para a prática de atos ilícitos de qualquer natureza.

Você pode achar que com “credores” ele está falando só de fornecedores, mas o governo também é um credor, já que você deve seus impostos a ele, então utilizar o CNAE de treinamentos para pagar menos impostos ou até mesmo para se enquadrar no MEI trará riscos ao seu negócio.

 

COMO PSICÓLOGA PODE SE REGULARIZAR?

Existem basicamente duas formas para a psicóloga se regularizar: como autônoma ou abrindo uma empresa de porte ME, EPP etc.

Veja mais sobre essas duas formas, consultando nossos artigos: Abertura de empresas para psicólogas e Regularização para psicólogas autônomas.

Aqui também vai um vídeo do nosso canal do Youtube, onde falamos um pouco mais sobre essas duas formas de regularização:

 

 

Abertura de Empresas para Psicólogas

Quando falamos em abertura de empresa para psicólogas, já sobe aquele friozinho na espinha, né?! Mas saiba que a opção de abertura de um CNPJ pode te trazer inúmeros benefícios, como economia nos impostos, blindagem patrimonial, segurança para seu CPF, maior visibilidade e confiança para novos clientes que te procurarem, entre muitos outros.

O nosso objetivo com esse conteúdo é desmistificar os preconceitos que circulam sobre a empresas para psicólogas, então leia tudinho para não perder nada.

 

TIPO JURÍDICO DE EMPRESAS PARA PSICÓLOGAS

Ao buscar abrir o seu CNPJ, a primeira coisa a ser verificada é o tipo jurídico que a empresa terá. Existem muitos tipos jurídicos aqui no Brasil, como as Sociedades Simples, Empresários Individuais, Sociedades por Comodities, entre várias outras. Porém, a mais utilizada é a Limitada (LTDA).

O tipo jurídico refletirá diretamente no limite das suas responsabilidades perante a empresa, por isso a escolha deve ser correta para evitar colocar seu patrimônio pessoal em risco.

Dentro das empresas LTDA’s existem duas repartições: as unipessoais e as sociedades. A única diferença dessas nomenclaturas é a quantidade de sócios que a entidade terá. Se haver apenas um único sócio, a empresa será uma Unipessoal LTDA, agora se houver dois ou mais sócios, será uma Sociedade LTDA.

 

QUAL O REGIME TRIBUTÁRIO IDEAL PARA EMPRESAS DE PSICOLOGIA

Existem basicamente dois regimes tributários que poderão ser utilizados na sua empresa: o Simples Nacional e o Lucro Presumido. Esses regimes tributários irão definir qual a porcentagem de impostos que sua empresa de psicologia terá que pagar.

Para uma escolha correta do melhor regime, em que você pagará menos impostos, deverá ser feita uma análise tributária. Nessa análise, nós coletaremos dados do seu cotidiano, como faturamento, formas de trabalho, se você tem consultório de psicologia ou não, entre outros, e com base nisso, calcularemos os gastos que cada um terá.

Normalmente, o regime mais vantajoso costuma ser o Simples Nacional, mas isso não é uma verdade absoluta, por isso é importante o acompanhamento de uma contabilidade especializada para te ajudar com a manutenção desse sistema, já que dentro dele você poderá ser tributada por duas tabelas que chamamos de Anexos.

A empresa de psicologia poderá ser tributada ou pelo Anexo V ou pelo Anexo III. O que fará você ser tributada ou por um ou por outro será uma relação chamada Fator R, que basicamente utilizará a folha de pagamento dos seus funcionários e o seu pró-labore para ser calculada.

Aqui está mais uma vez a importância de ter a Gomes Contabilidade com você! Caso o enquadramento seja feito incorretamente, você poderá deixar de pagar 6% de impostos para pagar mais 15,5%, então tome bastante cuidado.

Já no lucro presumido, a tributação inicia-se a partir de 11,33% de tributos federais e ainda terá mais o ISSQN (Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza), que varia de 2% a 5%, dependendo da sua cidade. Aí nesse ponto você se pergunta, “mas lá no início você não disse que tem que avaliar qual paga menos tributos? Aqui está claro que o Simples Nacional é a melhor opção”. Nem sempre! Lembre-se que no Simples Nacional temos que utilizar o pró-labore para você pagar menos impostos, e quanto mais você fatura, maior é o valor do pró-labore. Como consequência, mais INSS e IRPF você pagará. Por isso, em determinado ponto não compensará mais pagar todos os gastos do Simples Nacional, e o Lucro Presumido trará um menor gasto para sua empresa de psicologia.

 

QUAL O CUSTO DE ABERTURA DE UMA EMPRESA?

Infelizmente não consigo te passar um valor para abertura de empresa logo de cara, pois isso dependerá muito da cidade e estado que você se encontra. Além disso, a modalidade da empresa também fará com que esse custo varie, se você atende somente de maneira online é um custo, se tem consultório para atendimento presencial é outro.

Os alvarás comuns, que a maioria das empresas tem que ter são os seguintes:

  • Alvará da Vigilância Sanitária;
  • Alvará de Funcionamento; e
  • Alvará dos Bombeiros.

Veja que no parágrafo anterior eu disse A MAIORIA, então nem todas as empresas precisarão de todos esses alvarás. Para alguns casos não há a necessidade de registro de alguns, para outros, a prefeitura poderá exigir extras. Para garantir que tudo fique correto chame a Gomes Contabilidade no WhatsApp e converse com um dos nossos consultores, assim todas as licenças serão feitas da maneira correta, diminuindo suas despesas com cobrança de taxas indevidas e evitando a cobrança de multas pela fiscalização.

Além disso também é necessário consultar o CRP do seu Estado para fazer o registro da empresa, o que incorrerá em um custo com a taxa de inscrição mais a anuidade, que poderá ter ou não.

 

COMO ABRIR UMA EMPRESA DE PSICOLOGIA DE UM JEITO FÁCIL

Essa resposta é muito simples. Para você conseguir abrir a sua empresa de psicóloga de um jeito simples, basta nos chamar no WhatsApp! Nossos consultores irão te passar o orçamento, enviar a lista de documentos necessários para abrir o CNPJ e assim que você retornar, faremos todos esses trâmites burocráticos, enquanto você pode focar no que realmente importa, que é atender e buscar mais pacientes para aumentar seu faturamento.

Fale já conosco, basta clicar aqui!

Como Psicólogos Podem Se Regularizar – Gomes Contabilidade

Olá, amigos e amigas psicólogos, tudo bem?

Se você chegou até aqui é porque está com dificuldades de entender como tem que se regularizar e pagar impostos, certo?! Em meio a tantas leis e regras, parece que fazer as coisas certas é como andar em um labirinto, mas acalme-se, pois iremos te ajudar.

A regularização da psicóloga é extremamente importante, pois além de evitar problemas com a Receita Federal, te possibilitará ter comprovantes de renda caso precise buscar um financiamento ou até mesmo locar um imóvel.

Aqui teremos uma ideia de quais são as formas para a psicóloga se regularizar, evitando desgastes e ainda criando mais visibilidade para seu consultório.

 

QUAIS FORMAS EXISTEM PARA A PSICÓLOGA(O) SE REGULARIZAR?

Basicamente, existem duas formas para você se regularizar: como autônoma ou como empresa. O que vai dizer qual a melhor forma será sua necessidade e atual situação. Nesse primeiro contato é muito importante o apoio de um contador especialista na área para poder fazer projeções corretas e te indicar o melhor caminho, para que você pague a menor quantidade de impostos de maneira legal, ou seja, dentro da lei.

Para entendermos melhor, vamos imaginar o seguinte, você acabou de abrir seu consultório e ainda iniciará os atendimentos. Se fôssemos olhar à grosso modo, de imediato a indicação seria a regularização como psicóloga autônoma. Porém, estaríamos desconsiderando outros fatores importantes, como os seus objetivos. Muitos profissionais da área costumam abrir empresa logo de início, pois irão prestar serviços para outras clínicas, sites de atendimento psicológico online e até mesmo órgãos públicos, como o DETRAN. Com essas simples informações adicionais, o cenário já pode mudar completamente, e indicar a regularização como autônoma poderia fazer a psicóloga privar-se de auferir outras receitas, por ser muito mais difícil fechar esses contratos como profissional liberal.

Desse modo, a análise do conjunto de informações poderá fazer você economizar muito dinheiro e tempo, pagando menos impostos, ou até mesmo aumentar seu faturamento, por haver uma indicação apropriada de regularização para a finalidade que você gostaria.

 

REGISTRO COMO PSICÓLOGA(O) AUTÔNOMA(O)

O registro como autônomo é a regularização feita a partir do seu CPF.

A psicóloga se regularizando como autônoma poderá emitir recibos tranquilamente para seu paciente pedir reembolso no plano de saúde ou declarar no imposto de renda, evitando assim cair em malhas fiscais.

Envie uma mensagem no nosso WhatsApp clicando aqui, e solicite um modelo de recibo que nossos consultores te encaminharão!

Para ficar totalmente regular, você deverá procurar a prefeitura da sua cidade e solicitar o alvará para trabalho autônomo, pelo qual você também pagará o ISSQN (Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza).

Além do ISSQN, você também deverá pagar o INSS de psicóloga autônoma, pois é uma contribuição obrigatória e também fazer o preenchimento do Carnê Leão, pelo qual poderá haver a cobrança do IRPF (Imposto de Renda Pessoal Física) ou não.

Se quiser saber mais sobre esse tipo de regularização, consulte o nosso artigo REGULARIZAÇÃO PARA PSICÓLOGAS AUTÔNOMAS!

 

REGISTRO COMO EMPRESA DE PSICOLOGIA

Na modalidade de empresa, a profissional da psicologia poderá ter um leque maior de possibilidades, principalmente quando buscar prestar serviços para outras empresas.

Antes de abrir sua empresa, será necessário fazer uma avaliação e planejamento tributário, verificando assim, qual o regime tributário que fará você pagar menos impostos. Atualmente existem três regimes tributários, que são: Simples Nacional, Lucro Presumido e Lucro Real. Esse último regime tributário, apesar de existir, não costuma ser vantajoso para ser usado em empresas de psicologia, pois apresenta altas porcentagens de impostos. Isso faz o Simples Nacional e o Lucro Presumido ficarem na disputa, sendo selecionado aquele que te trará menor carga de desembolsos. Normalmente, de início, o Simples Nacional costuma ser mais vantajoso, mas como frisado algumas vezes já nesse artigo, tudo dependerá de análises.

Acesse o nosso artigo ABERTURA DE EMPRESA PARA PSICÓLOGAS e veja mais sobre a tributação para sua empresa de psicologia.

 

O QUE ACONTECE COM A(O) PSICÓLOGA(O) QUE NÃO DECLARA SEUS GANHOS

Caso você já esteja trabalhando na área e ainda não começou a fazer o carnê leão nem abriu sua empresa, saiba que está correndo um sério risco. A prática de não declarar seus rendimentos é considerada crime de sonegação fiscal e você pode estar sujeita a várias penalidades impostas pelo governo.

Sabe aquela sua amiga que declara só os recibos? Pois é, isso também é crime de sonegação e ela está sujeita a penalidades tão severas quanto aqueles que não declaram nada, justamente por omitir parte da receita.

Veja abaixo o que a Lei nº 4.729 de 1965 diz sobre crime de sonegação fiscal:

Art 1º Constitui crime de sonegação fiscal:

I – prestar declaração falsa ou omitir, total ou parcialmente, informação que deva ser produzida a agentes das pessoas jurídicas de direito público interno, com a intenção de eximir-se, total ou parcialmente, do pagamento de tributos, taxas e quaisquer adicionais devidos por lei;

II – inserir elementos inexatos ou omitir, rendimentos ou operações de qualquer natureza em documentos ou livros exigidos pelas leis fiscais, com a intenção de exonerar-se do pagamento de tributos devidos à Fazenda Pública;

III – alterar faturas e quaisquer documentos relativos a operações mercantis com o propósito de fraudar a Fazenda Pública;

IV – fornecer ou emitir documentos graciosos ou alterar despesas, majorando-as, com o objetivo de obter dedução de tributos devidos à Fazenda Pública, sem prejuízo das sanções administrativas cabíveis.

V – Exigir, pagar ou receber, para si ou para o contribuinte beneficiário da paga, qualquer percentagem sôbre a parcela dedutível ou deduzida do imposto sobre a renda como incentivo fiscal.

Pena: Detenção, de seis meses a dois anos, e multa de duas a cinco vezes o valor do tributo.

A coisa é bem séria e sei que você, como pessoa de bem, não irá querer no seu histórico uma detenção, nem ter que desembolsar 2x mais do que deixou de pagar, né?! Então não deixe passar, regularize-se da maneira correta para poder dormir tranquila a noite.

 

COMO A GOMES CONTABILIDADE AJUDA AS PSICÓLOGAS(OS) DO BRASIL INTEIRO

Ao nos mandar uma mensagem no WhatsApp, coletaremos seus dados e montaremos um planejamento com base nas suas preferências, te passando uma projeção completa de gastos que você teria para se regularizar. Além disso, poderemos fazer seu carnê leão ou abrir a sua empresa, te gerando muito mais comodidade, segurança e economia, por poder contar com uma empresa que é especialista em atender psicólogas.

A Gomes Contabilidade já está no mercado há mais de onze anos e se especializou em atender você, profissional da psicologia, proporcionando o melhor suporte e atendimento humanizado para mais de 46 cidades em 14 estados do Brasil, então independente de onde você esteja, conseguiremos te atender. Pare de perder tempo e nos chame agora! Clique aqui!

Veja esse vídeo e entenda mais sobre as formas de você se regularizar

Como Entender de Tributação Para Psicólogos de Forma Simples

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Carnê-Leão para Psicólogo | Tenha Regularidade Fiscal na Psicologia

Olá Psicólogo e Psicóloga, você que está atuando como pessoa física (autônomo) e precisa se regularizar, ou seja, pagar seus impostos de forma legal, nesse artigo eu irei te dar dicas simples para sua regularização.

O que é a obrigação mensal do carnê-leão para Psicólogo(a)?

Todo profissional da área de Psicologia que não tem um CNPJ aberto (empresa) e atende seus pacientes pessoa física, ou seja, seus rendimentos provêm de um paciente que fez uma contratação direta, tem a obrigatoriedade do carnê-leão.

Para explicar melhor, toda pessoa física contratada por outra pessoa física para prestar serviços tem a obrigação de recolher seu imposto de renda através do carnê-leão mensal, que é o caso do referido cálculo do carnê-leão para Psicólogo.

Além disso, o autônomo também tem que recolher o INSS sobre seu rendimento bruto, sendo a alíquota do INSS autônomo de 20%.

Como regularizar meu carnê-leão do passado?

É muito importante que nesse processo que você tenha ajuda de um contador, desta forma terá uma analisar correta e um melhor planejamento para prosseguir com seu caso.

A primeira coisa a ser feita é uma análise da sua situação atual e dar andamento para preenchimento do Carnê Leão, este será feito contando deste momento em diante.

Dessa forma, você criará uma regularidade momentânea, ou seja, seu último mês já estará formalizado, seguindo assim para se manter regularizado é necessário que nos próximos meses vá preenchendo o Carnê Leão para psicólogo corretamente.

O segundo passo é fazer um levantamento sobre as questões que estão em atraso, todos os documentos e recibos emitidos ao longo do tempo. Para que assim, você junto com o seu contador analisem com calma a melhor maneira de efetuar o pagamento desse imposto de renda e INSS para se regularizar completamente.

 

Em qual caso o psicólogo é desobrigado do Carnê Leão?

Se o psicólogo for contratado por uma empresa na modalidade de autônomo, a empresa ficará responsável em emitir um RPA (Recibo de Pagamento ao Autônomo), sendo assim fica na obrigação de efetuar os descontos do INSS, IR, ISS passando esses custos para o governo e transferindo para o psicólogo apenas o valor líquido.

Pessoas físicas que trabalham para pessoas jurídicas e apresentam um vínculo empregatício (carteira assinada), obtendo seus rendimentos através desse vínculo. Estas estão isentas da obrigatoriedade do carnê leão para psicólogo, necessitando apenas ficarem atentas para a realização da Declaração anual do IRPF.

 

É possível obter deduções no Carnê Leão?

Nem todas as despesas são dedutíveis, porém é interessante que lance todas em seu carnê leão até para ter um controle do financeiro. Mas atenção, é preciso tomar muito cuidado para não confundir despesas dedutíveis e não dedutíveis, pois isso pode te causar problemas.

Portanto é muito importante ter o auxílio de uma contabilidade especialista na área para te ajudar, além de evitar os erros, ela garantirá a maximização das deduções, baixando o valor do imposto de renda a pagar gerado no DARF (Documento de Arrecadação de Receitas Federais).

 

Como o psicólogo pode economizar tempo e dinheiro no carnê leão?

Para garantir uma maior economia nos impostos, além de economizar tempo que é essencial para buscar novos pacientes é muito importante contar com um contador especialista na área.

A Gomes Contabilidade tem mais de 10 anos de experiência no mercado e conta com um time altamente capacitado para te atender.

Devido a sua especialização pode fornecer um atendimento totalmente personalizado capaz de entender sua necessidade e te orientar o melhor caminho.

Pare de perde tempo e dinheiro, entre em contato agora com um dos nos consultores pelo WHATSAPP!

Links Relacionados:

A MAIOR DÚVIDA DO PSI SOBRE IMPOSTO DE RENDA | CARNÊ LEÃO DO PSICÓLOGO

Carnê Leão para Psicólogos | Terceirização do Carnê Leão Mensal e Imposto de Renda do Psicólogo

Psicólogo é Obrigado a Pagar o Carnê Leão? | PSI Fazemos para Você o seu Carnê Leão

O que nossos clientes falam da Gomes Contabilidade:

 

 

Você Conhece o Consultório Independente?

O Consultório Independente atua ensinando profissionais da saúde a criar um consultório sustentável, sem depender de indicações ou redes sociais. Por conhecer e ter experiência com um marketing digital completamente diferente da ideia das redes sociais, nos tornamos especialistas em ensinar outros profissionais da saúde a utilizar o marketing de rede de pesquisa.

Para cumprir com esse objetivo, criamos o Método Independente,  formado por 6 pilares fundamentais, que ensinam a construir um consultório com fluxo de pacientes, promovendo autonomia e independência para os profissionais de saúde.

“Somos encantadas com a possibilidade de compartilhar conhecimento!
E foi assim que surgiu o Consultório Independente.
Somos formadas em psicologia pela Universidade Federal de São Paulo, e nessa trajetória, fomos acadêmicas, psicólogas, pesquisadoras, CLT,  empresárias e mentoras.
Criamos o Consultório Independente para compartilhar conhecimento. E, de lá pra cá, tivemos centenas de alunos aprendendo que é possível, sim, viver de consultório de forma estável e sustentável.
Nossa missão é transformar carreiras para que muitos profissionais de saúde possam desfrutar do sonho de viver de consultório. Queremos formar uma legião de Independentes, transformando vidas por aí.”

 

Os pilares fundamentais são: 

1- Onde estou e aonde quero chegar?

2- Marketing Certeiro

3- Como se apresentar ao seu futuro cliente.

4- Como receber o seu cliente.

5- Estratégia para Cada Momento.

6- Mantendo seu consultório.

 

Quer saber mais sobre como podemos te ajudar?     

Acesse o site!

www.consultorioindependente.com

 

 

Psicólogo Faça seu Carnê-Leão ou Abra CNPJ? Qual caminho é Mais Vantajoso na Psicologia

Você que é psicólogo e tem como objetivo se regularizar, seja abrindo uma empresa ou atuando como autônomo, ou ainda, já tem uma empresa aberta, mas quer pagar menos impostos de forma legal.

Nós da Gomes Contabilidade iremos te auxiliar e dar toda consultoria necessária para que você possa obter sucesso.

Somos especialistas em ajudar você a ganhar dinheiro.

Iremos começar analisando como você atua atualmente, ou se vai iniciar agora, em qual formato irá optar.

Posso atuar como MEI (Microempreendedor Individual)?

Umas das dúvidas mais frequentes é se é possível atuar como MEI nesse ramo de atividade, que é a psicologia.

No MEI existem várias restrições. É claro que ele ajuda as pessoas que trabalham informalmente, pois se tornando MEI ela sai da informalidade.

Como MEI se passa a contribuir mensalmente, tem-se um CNPJ, o MEI pode faturar até 81.000,00 reais por ano, pode ter até um funcionário, porém pode-se notar que o MEI é muito limitado e você como psicólogo merece muito mais.

As pessoas que trabalham no ramo de atividade de psicologia e que atuam como MEI, colocam atividade parecidas com a de psicólogo e isso não é legal.

Quais formas que você que trabalha como psicólogo pode atuar?

Você pode atuar de duas formas:

  • Pessoa física: assim, você paga seus impostos como autônomo, fazendo o carnê leão mensalmente e recolhendo o Imposto de Renda e o INSS de autônomo;
  • Pessoa Jurídica: abrindo um CNPJ e tendo acesso ao perfil empreendedor, onde você terá mais possibilidades de gestão do seu negócio e carreira. Você terá o apoio de um contador especializado no seu ramo para lhe orientar e apoiar tanto na parte burocrática e na gestão do negócio.

Independente da forma acima que você escolha, você pode contar com a ajuda de um contador especializado, pois mesmo como autônomo pessoa física, você pode desenvolver controles financeiros e contabilidade para apoiar a sua gestão financeira e planejamento.

Pessoa Física ou Pessoa Jurídica?

Existem dois pontos muito importantes que devemos analisar: seu faturamento atual e sua projeção para o futuro (3, 6, 12 meses). Com essas duas informações em mãos, e mais uma extra, que são os recursos que você tem para investimento é que poderemos decidir qual será a melhor opção a escolher.

Para abrir uma empresa não fica caro, porém, sempre deve ser ressaltada a visão de futuro que você tem para seu negócio.

Na pessoa física, como autônomo, você pode emitir recibos aos seus pacientes e irá ter que fazer a declaração do Carnê Leão mensalmente, onde existe uma tabela progressiva do Imposto de Renda, que pode chegar a até 27,5% e mais o INSS para profissionais autônomos, onde a alíquota é altíssima, e você paga 20%. Sempre é importante lembrar que ambos os tributos incidem sobre o seu faturamento bruto.

Na pessoa jurídica a situação já fica melhor. Com um CNPJ, além de poder emitir notas fiscais, você pode ser tributado pelo Simples Nacional, onde a alíquota dos impostos começa em 6%, sendo sujeito ao fator R. Caso seu faturamento seja muito alto, ainda há uma outra possibilidade, que é a opção do Lucro Presumido.

  • Simples Nacional: é o modelo de tributação mais escolhido, pelo fato de unificar o pagamento de impostos em apenas uma guia chamada de DAS (Documento de arrecadação do simples).


Ele não é tão simples assim, infelizmente, pois proporciona várias alíquotas específicas por faixas de tributação (vários anexos de enquadramento), de acordo com seu faturamento anual e o tipo de atividade.

A principal vantagem é a existência do Fator R. Com ele podemos manejar em qual anexo você se enquadra, reduzindo seus tributos de maneira legal;

Lucro Presumido: esse nome vem por conta do sistema de tributação dos seus principais impostos federais que são eles:

Imposto de Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ) e a Contribuição Social sobre Lucro Líquido (CSLL).

Esses dois impostos são apurados e pagos trimestralmente utilizando a receita desse período como base de cálculo bruta e com um percentual de presunção de seu lucro estipulado na legislação, de acordo com sua atividade.

Temos também o PIS/COFINS que incidem sobre a receita bruta e o ISSQN que é o imposto sobre o serviço municipal.

Análise tributária – Planejamento Tributário para o Psicólogo

Na pessoa física está sujeito a uma tabela de imposto de renda, e essa tabela vai de 7,5% a 27,5% e mais o INSS autônomo a uma alíquota de 20%.

Já no Lucro Presumido os impostos federais que são os mais pesados são de 11,33%, e depois soma o ISSQN que pode ser de 2% a 5%, dependendo do município que você está localizado.

Quando se compara o Lucro Presumido com a tributação pessoa física, já se vê um ganho provável, que depende de análises com cálculos.

O Simples Nacional também é uma ótima opção, pois tem a probabilidade de se tributar seu faturamento por uma alíquota de 6%.

Tudo depende de análises e que podem ser feitas por nós, assim apoiamos você a ganhar dinheiro, pois economizar impostos é uma forma de aumentar sua sobra no caixa de seu negócio na área de psicologia.

Nós da Gomes Contabilidade esclarecemos todas as dúvidas e dando todo suporte para que sua empresa obtenha sucesso.

Realizamos de forma rápida, simples e segura, sem dores de cabeça, e ainda melhor, atendemos vários estados e cidades do Brasil pela internet, portanto, não importa onde esteja, converse conosco.

Entre em contato e inicie seu projeto com a Gomes Contabilidade.

Regularize o Recebimento de Adsense no Banco | Mercado Digital

Você que é produtor de conteúdo do mercado digital, youtuber, blogueiro(a), influencer, filiado(a) dentre outras infinidades de trabalhos dentro do ramo digital, já pensou que pode estar sujeito a problemas por não regularizar o recebimento correto do seu adsense? Sim, essas sanções existem e podem te pegar de jeito!

Mas fique tranquilo, nós da Gomes somos especialistas em ajudar você a ganhar dinheiro e poderemos te auxiliar a se regularizar pagando menos impostos de maneira legal.

Como você deve regularizar e tributar essa renda?

Existem duas formas de você tributar o recebimento do adsense.

A primeira forma é quando você recebe recursos vindos do exterior sendo pessoa física, é necessário preencher o Carnê Leão mensal para pagar seus impostos. Ele é bem simples de ser preenchido, porém deve ser feito todos os meses.

Caso não tinha conhecimento sobre essa declaração, você já tem uma dívida tributária sobre o período que esteve auferindo essa renda do exterior e não tributou.

A segunda forma é abrindo uma empresa, sendo essa a forma mais econômica para tributar sua receita do adsense.

Qual vale mais a pena, pessoa física ou abrir empresa?

Quando você tem valores muito expressivos sendo tributados pela pessoa física está sujeito a um imposto de renda que pode chegar a até 27,5%, fora o INSS de autônomo, que é de 20%.

Já falando da empresa, há duas possibilidades de tributação: o Simples Nacional ou o Lucro Presumido.

Em muitos casos, vale a pena se enquadrar no Simples Nacional, pois esse apresenta alíquotas menores de impostos. Em algumas situações, dependendo da sua atividade, os impostos começam a partir de 6%, porém, existem faixas que variam e vão aumentando de acordo com o faturamento.

Em outros casos, o Lucro Presumido é o que mais compensa, justamente por conta dessas faixas mencionadas no último parágrafo. Nele, as alíquotas iniciam-se em 11,33% + ISSQN (Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza), que é um imposto municipal, então, varia de cidade para cidade.

 

Análise tributária – Planejamento Tributário para o Psicólogo

Na pessoa física está sujeito a uma tabela de imposto de renda, e essa tabela vai de 7,5% a 27,5% e mais o INSS autônomo a uma alíquota de 20%.

Já no Lucro Presumido os impostos federais que são os mais pesados são de 11,33%, e depois soma o ISSQN que pode ser de 2% a 5%, dependendo do município que você está localizado.

Quando se compara o Lucro Presumido com a tributação pessoa física, já se vê um ganho provável, que depende de análises com cálculos.

O Simples Nacional também é uma ótima opção, pois tem a probabilidade de se tributar seu faturamento por uma alíquota de 6%.

Tudo depende de análises e que podem ser feitas por nós, assim apoiamos você a ganhar dinheiro, pois economizar impostos é uma forma de aumentar sua sobra no caixa de seu negócio na área digital.

Esse processo parece muito complexo, né?!

Mas fique tranquilo, amigo e amiga produtor de conteúdo do mercado digital, youtuber, blogueiro(a), influencer e filiado(a).

Aqui na Gomes, nós o realizamos de forma rápida, simples e segura, sem dores de cabeça, e ainda melhor, atendemos vários estados e cidades do Brasil pela internet, portanto, não importa onde esteja, converse conosco.

Entre em contato e inicie seu projeto com a Gomes Contabilidade.

Afiliado e Produtor Digital Precisa ter CNPJ ou Pode ser Pessoa Física

Você que é produtor de conteúdo do mercado digital, vendedor de produtos digitais, vendedor de infoprodutos, afiliado a Hotmart, afiliado a Udemy, afiliado ao Magazine Luiza (Magalu), dentre outras infinidades de trabalhos dentro do ramo digital, está em dúvida sobre qual é mais vantajoso para você, se é trabalhar como pessoa física ou ter CNPJ?

Fique tranquilo que vamos te ajudar! Nós da Gomes somos especialistas em ajudar você a ganhar dinheiro e poderemos te auxiliar a se regularizar pagando menos impostos de maneira legal, gerando mais lucro e tendo maior planejamento e controle financeiro, aumentando seu patrimônio!

 

Quebre preconceitos.

Afiliado e produtor digital, é melhor ser tributado como autônomo pagando INSS e IRPF ou ter que enfrentar um contador e abrir um CNPJ?

Muitos temem só de ouvir a palavra contador, mas você precisa entender que o contador é um profissional que vai facilitar a sua vida, te indicando caminhos muitas vezes fora do seu conhecimento e que poderão te poupar muito dinheiro e tempo. A contabilidade é sua amiga e pode contar com ela para cuidar das suas questões legais.

É importante frisar que busque um escritório especialista em atender sua área, que é o caso da Gomes Contabilidade. Assim, você terá uma certeza de que está sendo atendido por profissionais capacitados e que trarão os métodos mais vantajosos para sua regularização, te deixando em dia com os órgãos públicos e garantindo a menor tributação possível para sua empresa.

 

O que acontece se o produtor ou afiliado digital trabalha como pessoa física em vez de jurídica?

Atualmente, quem é produtor não contratará mais um afiliado pessoa física, isso porque o custo é bem maior do que se ele contratar um afiliado que tenha CNPJ. Na primeira modalidade, o produtor terá que emitir um RPA para que ele e seu afiliado pessoa física fiquem regulares. O RPA significa Recibo de Pagamento ao Autônomo e incidirá uma alíquota de 11% de INSS sobre o valor pago para o afiliado, limitado a um teto que é atualizado anualmente, e uma alíquota progressiva de imposto de renda que vai desde a faixa isenta, onde não descontará nada, até 27,5%. Esses impostos serão descontados do pagamento do afiliado e repassado para os órgãos públicos correspondentes.

E aqui está a parte mais custosa para o produtor digital. Quando este emite o RPA, além de ter que fazer a retenção dos impostos acima, também terá que fazer uma contribuição de INSS patronal, que é de 20% sobre o valor pago para o afiliado, também limitado ao teto anual do INSS. Esses 20% não podem ser descontados do afiliado, tendo o produtor que arcar com essa despesa do próprio bolso.

Na prática, se o produtor te pagar R$6.000,00 de comissões, além de todos os custos que normalmente já tem, ainda terá que arcar com um INSS patronal de R$1.200,00. Bem caro né?!

 

O afiliado e o produtor digital poderão trabalhar como pessoa física?

O produtor precisará entregar um produto para seu cliente e com isso, torna-se necessário emitir uma nota fiscal, por isso é necessário um CNPJ.

Já o afiliado digital, como dito anterior, poderá trabalhar como pessoa física, mas pode ter mais problemas além dos citados anteriormente. Se você for afiliado e não ter pessoa jurídica você pode não ser contratado e poderá ter dificuldades para fazer o IRPF do ano seguinte. Isso porque, quando você é contratado por um CNPJ, essa empresa deverá fazer retenções de INSS, e do IRRF. A maior parte das pessoas que trabalha com Eduzz, Monetizze, Hotmart acabam não tendo essa regularidade. Com o CNPJ você vai eliminar esse problema, emitindo nota fiscal para quem te contratou, no caso do afiliado.

Isso é muito mais simples quando você tem uma contabilidade para te ajudar. Não é burocrático abrir uma empresa se você tiver uma contabilidade especialista em atender sua área para lhe auxiliar, assim como é a Gomes Contabilidade. Em poucos dias iremos te orientar, juntar sua documentação e abrir a empresa. É lógico que tem a questão do endereço, se será residencial ou não, mas vamos te tirando essas dúvidas conforme o processo.

 

Como o produtor digital e o afiliado pode emitir notas?

Você pode contratar uma plataforma que está amarrada ao Hotmart, por exemplo, e emitir essas notas de forma automatizada. Como esses são os primeiros passos, poderá ter dificuldades por se tratar de algo novo, mas conte com a Gomes Contabilidade para te dar esse apoio inicial e pouco tempo depois, emitir notas fiscais se tornará rotina para ti, fazendo de maneira quase que automática.

Existem várias plataformas, com diferentes formas para emitir as notas, por isso devemos verificar qual a mais vantajosa para seu negócio.

 

 

Produtor digital ou afiliado pode ser MEI?

Não é possível o enquadramento ao MEI para nenhum dos dois casos.

O ideal é que seja feita uma análise para verificar qual o melhor regime tributário a ser enquadrado. Muitas vezes acaba sendo mais vantajoso o enquadramento no Simples Nacional, isso porque as alíquotas dos impostos iniciam-se a partir de 6%, mas lembra que eu disse ali em cima que o ideal é que seja feita uma análise? Então, apesar de tentador, o Simples Nacional possui faixas de faturamento, que vão aumentando conforme seu faturamento for subindo. Em determinado momento valerá mais a pena passar o regime tributário para o Lucro Presumido, que é de 11,33% de tributos federais e mais o ISSQN, que é um imposto municipal e irá variar de acordo com o seu município.

Para que seja feita uma análise correta e um enquadramento assertivo, entre em contato com uma contabilidade especialista na sua área, entre em contato com a Gomes Contabilidade e não perca dinheiro!

 

Regularize o Recebimento de Adsense no Banco | Mercado Digital

Você que é produtor de conteúdo do mercado digital, youtuber, blogueiro(a), influencer, filiado(a) dentre outras infinidades de trabalhos dentro do ramo digital, já pensou que pode estar sujeito a problemas por não regularizar o recebimento correto do seu Adsense? Sim, essas sanções existem e podem te pegar de jeito!

Mas fique tranquilo, nós da Gomes somos especialistas em ajudar você a ganhar dinheiro e poderemos te auxiliar a se regularizar pagando menos impostos de maneira legal.

 

Como você deve regularizar e tributar essa renda?

Existem duas formas de você tributar o recebimento do Adsense.

A primeira forma é quando você recebe recursos vindos do exterior sendo pessoa física, é necessário preencher o Carnê Leão mensal para pagar seus impostos. Ele é bem simples de ser preenchido, porém deve ser feito todos os meses.

Caso não tinha conhecimento sobre essa declaração, você já tem uma dívida tributária sobre o período que esteve auferindo essa renda do exterior e não tributou.

A segunda forma é abrindo uma empresa, sendo essa a forma mais econômica para tributar sua receita do Adsense.

 

Qual vale mais a pena, pessoa física ou abrir empresa?

Quando você tem valores muito expressivos sendo tributados pela pessoa física está sujeito a um imposto de renda que pode chegar a até 27,5%, fora o INSS de autônomo, que é de 20%.

Já falando da empresa, há duas possibilidades de tributação: o Simples Nacional ou o Lucro Presumido.

Em muitos casos, vale a pena se enquadrar no Simples Nacional, pois esse apresenta alíquotas menores de impostos. Em algumas situações, dependendo da sua atividade, os impostos começam a partir de 6%, porém, existem faixas que variam e vão aumentando de acordo com o faturamento.

Em outros casos, o Lucro Presumido é o que mais compensa, justamente por conta dessas faixas mencionadas no último parágrafo. Nele, as alíquotas iniciam-se em 11,33% + ISSQN (Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza), que é um imposto municipal, então, varia de cidade para cidade.

 

Análise tributária – Planejamento Tributário para o Psicólogo

Na pessoa física está sujeito a uma tabela de imposto de renda, e essa tabela vai de 7,5% a 27,5% e mais o INSS autônomo a uma alíquota de 20%.

Já no Lucro Presumido os impostos federais que são os mais pesados são de 11,33%, e depois soma o ISSQN que pode ser de 2% a 5%, dependendo do município que você está localizado.

Quando se compara o Lucro Presumido com a tributação pessoa física, já se vê um ganho provável, que depende de análises com cálculos.

O Simples Nacional também é uma ótima opção, pois tem a probabilidade de se tributar seu faturamento por uma alíquota de 6%.

Tudo depende de análises e que podem ser feitas por nós, assim apoiamos você a ganhar dinheiro, pois economizar impostos é uma forma de aumentar sua sobra no caixa de seu negócio na área digital.

Esse processo parece muito complexo, né?!

Mas fique tranquilo, amigo e amiga produtor de conteúdo do mercado digital, youtuber, blogueiro(a), influencer e filiado(a).

Aqui na Gomes, nós o realizamos de forma rápida, simples e segura, sem dores de cabeça, e ainda melhor, atendemos vários estados e cidades do Brasil pela internet, portanto, não importa onde esteja, converse conosco.

Entre em contato e inicie seu projeto com a Gomes Contabilidade.

Impostos do Infoprodutor e a Emissão de Notas Fiscais | Mercado Digital

Você que é produtor de conteúdo do mercado digital, vendedor de produtos digitais, vendedor de infoprodutos, afiliado a Hotmart, afiliado a Udemy, afiliado ao Magazine Luiza (Magalu), dentre outras infinidades de trabalhos dentro do ramo digital, está em dúvida sobre quais são os impostos para o infoprodutor e como funciona a emissão de notas fiscais? Essas duas coisas muito importantes e devem ser feitas da maneira correta para que você fique dentro da legalidade e passe a economizar mais.

Nós da Gomes somos especialistas em ajudar você a ganhar dinheiro e poderemos te auxiliar a se regularizar pagando menos impostos de maneira legal, gerando mais lucro e tendo maior planejamento e controle financeiro, aumentando seu patrimônio!

 

Como funciona a emissão de notas fiscais para o infoprodutor?

A regra é simples e clara, o produtor digital quando vende seus infoprodutos precisa emitir 100% de nota fiscal da sua venda. Se seu cliente comprou R$100,00, ele precisa receber a nota fiscal de R$100,00.

Como devo prosseguir para a emissão de notas fiscais do infoprodutor caso tenha um afiliado?

Quando você tem um afiliado, ele também precisará emitir nota fiscal, mas o sistema é um pouco diferente. Existem algumas possibilidades a serem avaliadas, a mais comum e simples é quando esse afiliado emite uma nota fiscal para você com o valor que você deve a ele. Então o processo ficaria assim:

O Infoprodutor emite 100% da nota fiscal para o cliente e depois, o afiliado emite uma nota fiscal no valor total das comissões que ele deve receber para o Infoprodutor.

Essa nota fiscal servirá como comprovante do seu pagamento para o afiliado.

Existe outra possibilidade mais vantajosa pare reduzir impostos do infoprodutor com emissão de notas?

A outra possibilidade, da qual iremos falar agora, pode ser a mais vantajosa do ponto de vista dos impostos, tudo dependerá de análises e formalizações contratuais. Trata-se da divisão das emissões de notas.

Pode ser feita uma divisão, para que cada um fique responsável por emitir uma quantidade de notas fiscais cheias para uma porcentagem dos clientes. Vamos a um exemplo para entender melhor:

Vamos supor que o produtor fica responsável por emitir 70% das notas fiscais e o co-produtor 30%.

O produtor emitirá 100% de nota fiscal das vendas para 70% dos clientes. O infoprodutor emitirá 100% de nota fiscal das vendas para 30% dos clientes.

100 vendas feitas no mês totalizando R$10.000,00

Produtor: emitirá 70 notas, totalizando R$7.000,00;

Co-produtor: emitirá 30 notas, totalizando R$3.000,00.

Desse forma o produtor pagará impostos sobre os R$7.000,00 e o co-produtor sobre R$3.000,00.

Existem meios na plataforma de emissão de notas fiscais para fazer o split disso, para que assim você emita 70% das notas das vendas e seu co-produtor emita os outros 30%, resultando em uma tributação menor.

 Certo, mas essa alteração no modo de emissão de notas fiscais do infoprodutor muda algo no contrato?

A negociação entre ambos, bem como o têm que ficar muito claros, pois dentro desse split vai haver uma segregação para que as notas sejam emitidas corretamente. Assim, evitarão problemas futuros com o FISCO.

Sempre a negociação e o contrato têm que ficar claros, mas aqui vale uma atenção especial, pois optando por esse modo vocês não são mais produtor e co-produtor e sim, parceiros de negócios, pois é como se fossem sócios naquele produto que estão vendendo. Depois disso a plataforma fará todo o controle dela, diminuindo seus riscos tributários.

Como o infoprodutor pode pagar menos impostos?

Comece abrindo sua empresa com quem conhece seu negócio. Uma contabilidade especializada que fará um enquadramento tributário correto, para você pagar menos impostos, mas de forma legal, tendo um planejamento que o dinheiro gasto com impostos, por mais alto que você ache, é o menor possível dentro da lei.

Já pensou que dor no coração ter que pagar mais do que era necessário e ver aquele seu suado dinheirinho indo embora?

Por isso é importante reforçar que o enquadramento tributário precisa ser revisado anualmente, mas acertar qual é o melhor de cara é muito importante para evitar gastos desnecessários. Para isso, procure um especialista na sua área, procure a Gomes Contabilidade.

A importância de um contador especialista para um Infoprodutor

E por último, mas não menos importante, tenha uma contabilidade completa, que vai servir e munir você de informações, te apresentando um Balanço Patrimonial para checar mensalmente ou trimestralmente. Um Demonstração de Resultados (DRE) para poder acompanhar se sua empresa está dando lucro ou prejuízo.

Se você tem esses dois, terá uma contabilidade fiel, que te ajuda a ver seu lucro, suas despesas, seu ativo, seu passivo e assim, poderá ver seu patrimônio líquido crescendo.

Entre em contato com a Gomes Contabilidade e dê os primeiros passos na direção para legalizar suas vendas de infoprodutos pagando menos impostos.

Tenha o seu Negócio Digital Legalizado

Você que é produtor de conteúdo do mercado digital, vendedor de produtos digitais, vendedor de infoprodutos, afiliado a Hotmart, afiliado a Udemy, afiliado ao Magazine Luiza (Magalu), dentre outras infinidades de trabalhos dentro do ramo digital precisa ter seu negócio legalizado! E como e o que você deve prestar atenção para que seu negócio seja legalizado e tenha mais eficiência e gere mais lucros, mais caixa, mais dinheiro, tanto na sua empresa (ou pessoa jurídica), quanto na sua pessoa física?

Fique tranquilo, nós da Gomes somos especialistas em ajudar você a ganhar dinheiro e poderemos te auxiliar a se regularizar pagando menos impostos de maneira legal, gerando mais lucro e tendo maior planejamento e controle financeiro, aumentando seu patrimônio!

COISAS DE EXTREMA IMPORTÂNCIA QUE NINGUÉM TE CONTOU

Planejamento tributário para o seu Negócio Digital pagar menos impostos

Comece abrindo sua empresa com quem conhece seu negócio. Uma contabilidade especializada que fará um enquadramento tributário correto, para você pagar menos impostos, mas de forma legal, tendo um planejamento que o dinheiro gasto com impostos, por mais alto que você ache, é o menor possível dentro da lei.

Já pensou que dor no coração ter que pagar mais do que era necessário e ver aquele seu suado dinheirinho indo embora?

Por isso é importante reforçar que o enquadramento tributário precisa ser revisado anualmente, mas acertar qual é o melhor de cara é muito importante para evitar gastos desnecessários. Para isso, procure um especialista na sua área, procure a Gomes Contabilidade.

Declaração corretamente das receitas do seu Negócio Digital

Declare corretamente suas receitas, sem esconder nada. Emita nota fiscal de tudo! E o mais importante, converse com seu contador.

Hoje a Receita Federal tem todos os seus dados na palma da mão e também os dados de quem te paga. Se alguma plataforma paga para você, produtor de conteúdo do mercado digital, vendedor de produtos digitais, vendedor de infoprodutos, afiliado a Hotmart, afiliado a Udemy, afiliado ao Magazine Luiza (Magalu), a Receita Federal terá a contabilidade e todas as declarações dela, podendo muito bem fiscalizar ambos os lados. Caso não estiver tudo correto poderá ter problemas e grandes multas para pagar.

Mas afinal, se eu for declarar tudo, com que meu Negócio Digital pode economizar?

Você pode economizar no enquadramento tributário, tipo de serviço, no produto, dentre outras várias formas. Uma empresa de sucesso paga seus impostos e declara tudo de forma correta, porque você que é pequeno e está começando agora vai fazer diferente?

Organização para meu Negócio Digital prosperar

Não misture despesas e receitas da sua casa, com as da empresa. Escola dos seus filhos, financiamento da casa, aluguel, energia, internet devem ser pagas pela sua conta de pessoa física. Na conta bancária de pessoa jurídica só se paga coisas da empresa.

Tá bom Gomes, mas meu pró-labore acabou e agora para pagar as contas da casa?

Lembre-se de que temos 2 formas de tirar dinheiro da empresa: pró-labore e distribuição de lucro. Por isso, não tem desculpa!

Preciso de alguma outra coisa para meu Negócio Digital ficar legalizado e poder usufruir de tudo isso?

É essencial que sempre tenha uma CND – Certidão Negativa de Débitos – atualizada. Essa certidão é como se o governo estivesse falando que, até aquele momento, todas suas obrigações com ele estão quites e você não deve nada. Ou seja, pagou seus impostos em dia e entregou suas declarações de maneira correta. Somente assim você poderá fazer as distribuições de lucro.

A distribuição de lucro é isenta do Imposto de Renda e só poderá ser feita se sua empresa estiver em dia com os órgãos públicos, então mantenha isso em dia para não cavar um problema.

A importância de um contador especialista no seu Negócio Digital

E por último, mas não menos importante, tenha uma contabilidade completa, que vai servir e munir você de informações, te apresentando um Balanço Patrimonial para checar mensalmente ou trimestralmente. Um Demonstração de Resultados (DRE) para poder acompanhar se sua empresa está dando lucro ou prejuízo.

Se você tem esses dois, terá uma contabilidade fiel, que te ajuda a ver seu lucro, suas despesas, seu ativo, seu passivo e assim, poderá ver seu patrimônio líquido crescendo.

Entre em contato com a Gomes Contabilidade e dê os primeiros passos na direção para legalizar seu Negócio Digital pagando menos impostos.

Coach abrir um CNPJ vai fazer Economizar Impostos de Forma Legal!

Você que é coaching e tem como objetivo abrir uma Pessoa Jurídica ou já tem uma empresa aberta, mas quer pagar menos impostos de forma legal.

Nós da Gomes Contabilidade iremos te auxiliar e dar toda consultoria necessária para que você possa obter sucesso.

Somos especialistas em ajudar você a ganhar dinheiro.

Iremos começar analisando como você atua atualmente, ou se vai iniciar agora, em qual formato irá optar.

Posso atuar como MEI (Microempreendedor Individual)?

Umas das dúvidas mais frequentes é se é possível atuar como MEI nesse ramo de atividade que é o coach.

No MEI existem várias restrições, é claro que ele ajuda as pessoas que trabalham informalmente, pois se tornando MEI ela sai da informalidade.

Como MEI se passa a contribuir mensalmente, tem-se um CNPJ, o MEI pode faturar até 81.000,00 reais por ano, pode ter até um funcionário, porém pode-se notar que o MEI é muito limitado e você coach merece muito mais.

Coach atuando como pessoa jurídica

Você que é coach pode sim atuar como pessoa jurídica e você irá perceber como isso pode ser vantajoso.

Como Pessoa Jurídica você passa a ter mais acesso ao perfil de empreendedor e novas possibilidades de gestão de seu negócio e carreira. Você terá o apoio de um contador especializado no seu ramo para lhe orientar e apoiar tanto na parte burocrática e na gestão do negócio.

Você sempre pode contar com a ajuda de um contador especializado, pois você pode desenvolver controles financeiros e a contabilidade irá te apoiar na sua gestão financeira e planejamento.

Pessoa Jurídica – Ter um CNPJ e emitir Nota Fiscal

Na pessoa jurídica você poderá optar por alguns tipos de regime tributário que são eles: Simples Nacional, Lucro Presumido e Lucro Real.

Vamos detalhar melhor cada um deles para que possa entender melhor.

O Simples Nacional é o modelo de tributação mais escolhido, pelo fato de unificar o pagamento de impostos em apenas uma guia chamada de DAS (Documento de arrecadação do simples).

Ele não é tão simples assim infelizmente, pois proporciona várias alíquotas específicas por faixas de tributação (vários anexos de enquadramento), de acordo com seu faturamento anual e o tipo de atividade.

O Lucro Presumido tem esse nome pelo sistema de tributação dos seus principais impostos federais que são eles:

Imposto de Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ) e a Contribuição Social sobre Lucro Líquido (CSLL).

Esses dois impostos são apurados e pagos trimestralmente utilizando a receita desse período como base de cálculo bruta e com um percentual de presunção de seu lucro estipulado na legislação, de acordo com sua atividade.

Temos também o PIS/COFINS que incidem sobre a receita bruta e o ISSQN que é o imposto sobre o serviço municipal.

Análise tributária – Planejamento Tributário do Coach

A pessoa física é mais vantajosa somente quando o profissional está começando e tem uma receita baixa.

Na pessoa física está sujeito a uma tabela de imposto de renda, e essa tabela vai de 7,5% a 27,5% e mais o INSS autônomo a uma alíquota de 20%.

Já no Lucro Presumido os impostos federais que são os mais pesados são de 11,33%, e depois soma o ISSQN que pode ser de 2% a 5%, que vai depender do município que você está localizado.

Quando se compara o Lucro Presumido com a tributação pessoa física, já se vê um ganho provável, que depende de análises com cálculos.

O Simples Nacional também é uma ótima opção, pois tem a probabilidade de se tributar seu faturamento por uma alíquota de 6%.

Tudo depende de análises e que podem ser feitas por nós, assim apoiamos você ganhar dinheiro, pois economizar impostos é uma forma de aumentar sua sobra no caixa de seu negócio na área coach.

Nós da Gomes Contabilidade esclarecemos todas as dúvidas e dando todo suporte para que sua empresa obtenha sucesso.

Realizamos de forma rápida, simples e segura, sem dores de cabeça, e ainda melhor, atendemos vários estados e cidades do Brasil pela internet, portanto, não importa onde esteja, converse conosco.

Entre em contato e inicie seu projeto com a Gomes Contabilidade.

 

Tributação em Marketing Digital

Você que já trabalha com o marketing digital ou que irá trabalhar, e não sabe qual a melhor forma de começar o seu negócio, qual será a melhor forma de tributação a ser escolhida.

Nós da Gomes Contabilidade iremos te auxiliar e dar toda consultoria necessária para que você possa obter sucesso.

Somos especialistas em ajudar você a ganhar dinheiro.

Iremos começar analisando como você atua atualmente, ou se vai iniciar agora, em qual formato irá optar.

Pois é possível sim abrir uma empresa e pagar menos impostos de forma legal.

Posso atuar como MEI (Microempreendedor Individual)?

Umas das dúvidas mais frequentes é se é possível atuar como MEI nesse ramo de atividade que é o Marketing Digital.

No MEI existem várias restrições, é claro que ele ajuda as pessoas que trabalham informalmente, pois se tornando MEI ela sai da informalidade.

Como MEI se passa a contribuir mensalmente, tem-se um CNPJ, o MEI pode faturar até 81.000,00 reais por ano, pode ter até um funcionário, porém as atividades relacionadas a marketing não se enquadram como MEI.

As pessoas que trabalham no ramo de atividade de marketing digital e que atuam como MEI, colocam atividade parecidas com o marketing digital e isso não é legal.

Quais as formas que você que trabalha com marketing digital pode atuar?

Você pode atuar de duas formas na parte fiscal, que são elas: pessoa física ou pessoa jurídica.

  • Pessoa física (Autônomo ou CLT): você irá pagar seus impostos na pessoa física, ou seja, você terá que pagar mensalmente o imposto de renda pessoa física, fazendo o cálculo pelo carnê leão e mais o INSS Autônomo.
  • Pessoa Jurídica: Nesse perfil você passa a ter mais acesso ao perfil de empreendedor e novas possibilidades de gestão de seu negócio e carreira. Você terá o apoio de um contador especializado no seu ramo para lhe orientar e apoiar tanto na parte burocrática e na gestão do negócio.

Independente da forma acima que você escolha, você pode contar com a ajuda de um contador especializado, pois mesmo como autônomo pessoa física, você pode desenvolver controles financeiros e contabilidade para apoiar a sua gestão financeira e planejamento.

Pessoa Física ou Pessoa Jurídica?

Será necessário fazer cálculos comparativos da sua situação atual e futura para apresentar para você qual será a opção mais viável.

Na pessoa física você irá fazer o carnê leão mensal para o recolhimento do imposto de renda pessoa física pela tabela progressiva e também o INSS Autônomo de 20%.

No caso do marketing digital, pode não ser vantajoso atuar como autônomo pois a maioria dos serviços que você irá restar será para pessoa jurídica e normalmente as pessoas jurídicas não gostam de contratar autônomos devido a carga tributária.

Pessoa Jurídica – Ter um CNPJ e emitir Nota Fiscal

Na pessoa jurídica você poderá optar por alguns tipos de regime tributário que são eles:

Simples Nacional e Lucro Presumido.

Vamos detalhar melhor cada um deles para que possa entender melhor.

O Simples Nacional é o modelo de tributação mais escolhido, pelo fato de unificar o pagamento de impostos em apenas uma guia chamada de DAS (Documento de arrecadação do simples).

Ele não é tão simples assim infelizmente, pois proporciona várias alíquotas específicas por faixas de tributação (vários anexos de enquadramento), de acordo com seu faturamento anual e o tipo de atividade.

O Lucro Presumido tem esse nome pelo sistema de tributação dos seus principais impostos federais que são eles:

Imposto de Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ) e a Contribuição Social sobre Lucro Líquido (CSLL).

Esses dois impostos são apurados e pagos trimestralmente utilizando a receita desse período como base de cálculo bruta e com um percentual de presunção de seu lucro estipulado na legislação, de acordo com sua atividade.

Temos também o PIS/COFINS que incidem sobre a receita bruta e o ISSQN que é o imposto sobre o serviço municipal.

Análise tributária – Planejamento Tributário para o Marketing Digital

Na pessoa física está sujeito a uma tabela de imposto de renda, e essa tabela vai de 7,5% a 27,5% e mais o INSS autônomo a uma alíquota de 20%.

Já no Lucro Presumido os impostos federais que são os mais pesados são de 11,33%, e depois soma o ISSQN que pode ser de 2% a 5%, que vai depender do município que você está localizado.

Quando se compara o Lucro Presumido com a tributação pessoa física, já se vê um ganho provável, que depende de análises com cálculos.

O Simples Nacional também é uma ótima opção, pois tem a probabilidade de se tributar seu faturamento por uma alíquota de 6%.

Tudo depende de análises e que podem ser feitas por nós, assim apoiamos você ganhar dinheiro, pois economizar impostos é uma forma de aumentar sua sobra no caixa de seu negócio na área de marketing digital.

Nós da Gomes Contabilidade esclarecemos todas as dúvidas e dando todo suporte para que sua empresa obtenha sucesso.

Realizamos de forma rápida, simples e segura, sem dores de cabeça, e ainda melhor, atendemos vários estados e cidades do Brasil pela internet, portanto, não importa onde esteja, converse conosco.

Entre em contato e inicie seu projeto com a Gomes Contabilidade.

 

Como Emitir Recibo para Paciente

Os profissionais quando se tornam empreendedores, além das preocupações relacionadas a qualidade do seu serviço, ainda deverá se atentar as questões administrativas da sua empresa

E ainda, em relação aos profissionais que atuam na área da saúde, como os psicólogos, a organização da parte administrativa se torna ainda mais importante, visto que os recibos serão usados em muitos momentos pelos pacientes e também pelos prestadores de serviço.

Como responsáveis pela emissão correta, é importante que todos os profissionais saibam como emitir os recibos para que seus pacientes se sintam seguros em relação aos seus comprovantes.

Devo emitir apenas um recibo ou devo emitir uma nota fiscal de serviço?

No começo das atividades, muitos profissionais podem ter dúvidas em relação a emissão correta dos recibos. Algumas dúvidas, como quais os comprovantes que devem ser emitidos, como notas ou apenas recibos fiscais, geralmente são as mais comuns. Para que você saiba quais as formas corretas de assegurar a emissão correta dos recibos, vamos tratar agora desse assunto voltado aos psicólogos.

A importância de um controle de todos atendimentos

O controle correto dos documentos que comprovem a prestação de serviços também é importante para os próprios profissionais de saúde. Com eles, o profissional terá conhecimento sobre os números do seu negócio, de forma detalhada, e o controle correto também facilitará em alguns momentos chaves, como a declaração de imposto de renda, ou seja, a emissão dos recibos é importante para todos os profissionais que atendam na área de saúde.

Qual modelo devo adotar?

Para ter a emissão correta dos recibos, o profissional de saúde deve ter definido, logo no começo de suas atividades, qual o modelo de recibo que será utilizado. Ao adotar um modelo padrão para todos os pacientes, o profissional eliminará qualquer possibilidade de deixar de anotar algum dado importante, seja do paciente ou da consulta, em todos os seus recibos. Dessa forma, o recibo para paciente poderá trazer segurança para o profissional e também para o paciente.

Essa preocupação com o correto preenchimento dos recibos fiscais se deve aos inúmeros momentos em que o paciente poderá usar os recibos emitidos pelos profissionais de saúde.

Por exemplo, alguns dados não solicitados para a declaração de imposto de renda podem requisitados pelo convênio médico.

E para que todas as informações estejam sempre disponíveis em qualquer recibo fiscal, ele deve ser o mais completo possível.

Quais são os principais dados que devem conter no recibo?

Claro que alguns dados são importantíssimos, e não devem estar ausentes em nenhum modelo.

  • Nome completo do paciente;
  • Documentos como RG e CPF;
  • Endereço completo;
  • Data;
  • Valor;
  • Número de consultas deve estar bem claro em todos os recibos emitidos.
  • Nome completo do profissional;
  • CPF do profissional;
  • Número do Registro no Conselho.

Caso o profissional de saúde tenha já iniciado uma empresa, a nota fiscal do serviço será responsabilidade do contador, pois ele saberá qual a melhor forma de fazer isso.

E mesmo se o profissional da saúde não estiver iniciado sua empresa, e não ter um CPNJ ainda, ele ainda é obrigado a emitir pelo menos um recibo fiscal.

Todos os profissionais de saúde autônomos precisam emitir recibos para todos os pacientes.

É preciso emitir recibo mesmo que o paciente diga que não precisa?

É importante a emissão dos recibos mesmo para os pacientes que se negam. Mesmo que eles não façam o uso posterior do recibo, é obrigatório que todos os profissionais de saúde emitam, para comprovar sua renda. Essa prática pode ser considerada omissão por parte da receita federal, e pode levar a muitos problemas futuros.

Como pode ser feito um controle no início?

Mesmo no começo do atendimento, é importante que o profissional de saúde se atenha a controlar de forma correta seus atendimentos.

Nos primeiros momentos, uma forma de controle mais simples, como uma planilha no computador, pode ser a melhor forma de começar o controle dos pacientes atendidos.

Esse controle também é importante para o recolhimento correto dos impostos, como o pagamento do INSS e o Carne Leão.

Nós da Gomes Contabilidade esclarecemos todas as dúvidas e dando todo suporte para que você obtenha sucesso.

Realizamos de forma rápida, simples e segura, sem dores de cabeça, e ainda melhor, atendemos vários estados e cidades do Brasil pela internet, portanto, não importa onde esteja, converse conosco.

Entre em contato e inicie seu projeto com a Gomes Contabilidade.

 

Abertura de Empresa para Coach e as Vantagens

Você que é Coach e já tem uma base sólida e deseja crescer nesse ramo, deseja abrir uma empresa e obter sucesso, nós da Gomes Contabilidade estamos aqui para te auxiliar em todo processo.

Um dos principais propósitos da Gomes Contabilidade em ajudar o Coach na prosperidade financeira a partir de economizar impostos, ter planejamento financeiro surgiu quando o seu sócio Cleiton Gomes iniciou sua formação em Coach, e assim aprendendo o método, ferramentas e estudando, teve contato com milhares de profissionais em formação que precisavam de um apoio personalizado, de alguém que sabe como o Coach atua.

Quais as formas que você Coach pode atuar?

Você que é Coach pode atuar de duas formas na parte fiscal, que são elas: pessoa física ou pessoa jurídica.

  • Pessoa física (Autônomo ou CLT): você irá pagar seus impostos na pessoa física, ou seja, você terá que pagar mensalmente o imposto de renda pessoa física, fazendo o cálculo pelo carnê leão e mais o INSS Autônomo, detalhe (alta carga tributária).
  • Pessoa Jurídica: Nesse perfil você passa a ter mais acesso ao perfil de empreendedor e novas possibilidades de gestão de seu negócio e carreira. Você terá o apoio de um contador especializado no seu ramo para lhe orientar e apoiar tanto na parte burocrática e na gestão do negócio.

Independente da forma acima que você escolha, você pode contar com a ajuda de um contador especializado, pois mesmo como autônomo pessoa física, você pode desenvolver controles financeiros e contabilidade para apoiar a sua gestão financeira e planejamento.

 

Qual o melhor formato jurídico para o Coach?

  • Sociedade Limitada Unipessoal: é um formato jurídico individual, ela é caracterizada pela responsabilidade limitada que é atribuída ao único sócio proprietário, ou seja, a pessoa que é responsável pela empresa não tem os seus bens pessoais entrelaçados com débitos do seu negócio.
  • Sociedade limitada: é aquela que reúne dois ou mais sócios a fim de explorar atividades de produção ou circulação de bens e serviços. Inclui-se toda empresa que contribui com moeda para formação de capital social e realização da constituição empresarial. A Sociedade Limitada também possui separação jurídica dos bens.
  • Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (EIRELI): empresa
    formada somente por uma pessoa, onde o capital pertence unicamente ao Esse capital não pode ser inferior a 100 vezes o salário mínimo
    vigente. No EIRELI há separação jurídica entre os bens pessoais e os
    negócios do empreendedor. Além disso, o empreendedor responde na justiça com o patrimônio da empresa, e protegendo o patrimônio da pessoa física.

 

Quais benefícios para você Coach abrir sua empresa como Sociedade Limitada Unipessoal?

Com a Sociedade Limitada Unipessoal, você Coach pode abrir sua empresa sem sócios e ter seu patrimônio particular protegido, pois esse tipo societário é uma LTDA (Limitada) e não precisa ter um capital mínimo de R$104.500,00 como é no caso da EIRELI.

Esse formato traz várias facilidades como um valor acessível de abertura, ou seja, você Coach não precisará mais integralizar valores altos na abertura da sua empresa, pois não existe nenhum valor de capital social mínimo e mesmo assim a proteção ao patrimônio pessoal individual é estabelecido.

Outro benefício é que a Sociedade Limitada Unipessoal permite que você abra mais de uma empresa nesse formato, pois isso só era permitido pelo formato de Sociedade Limitada (LTDA).

Como abrir uma Sociedade Limitada Unipessoal?

Para você Coach abrir uma Sociedade Limitada Unipessoal ficou mais fácil como já citamos acima, mas é preciso que você tenha um profissional para te auxiliar para que você não tenha dores de cabeça e nós da Gomes Contabilidade estamos aqui, para te auxiliar em cada passo para que você obtenha o sucesso esperado.

Abaixo vamos mostrar como funciona o processo para abrir uma Sociedade Limitada Unipessoal.

  • Junta Comercial: é feito o registro da sua empresa na Junta Comercial de onde será aberta;
  • CNPJ: abertura do seu CNPJ diretamente no site da Receita Federal com o NIRE (Número de Identificação do Registro da Empresa);
  • Alvará de Funcionamento: essa etapa será feita na prefeitura da cidade onde sua empresa irá funcionar, lembrando que é obrigatório para que sua empresa possa exercer suas funções legalmente em lugar aceito e apropriado.
  • Inscrição no Regime Tributário: essa etapa é importante que seja feita com a ajuda de um contador, pois sua empresa deverá ser enquadrada no regime tributário mais indicado, pode ser no Simples Nacional ou Lucro Presumido, e essa análise é feita por um contador.

Quais são os documentos necessário para a abertura?

  • RG e CPF;
  • Comprovante de residência;
  • Certidão de casamento (se for casado);
  • IPTU (onde informa o número de cadastro do imóvel e informações do terreno);
  • Número do recibo de entrega do último IRPF, caso nunca tenha entregado IRPF, encaminha o título de eleitor.

Nós da Gomes Contabilidade esclarecemos todas as dúvidas e dando todo suporte para que sua empresa obtenha sucesso.

Realizamos de forma rápida, simples e segura, sem dores de cabeça, e ainda melhor, atendemos vários estados e cidades do Brasil pela internet, portanto, não importa onde esteja, converse conosco.

Entre em contato e inicie seu projeto com a Gomes Contabilidade.

 

 

Tributação para Psicólogo na Pessoa Jurídica e na Física (Psicólogo autônomo)

Você que é Psicólogo e tem como objetivo abrir uma Pessoa Jurídica ou já tem uma empresa aberta, mas ainda não sabe qual é a melhor opção de tributação para a sua empresa.

Nós da Gomes Contabilidade iremos te auxiliar e dar toda consultoria necessária para que você possa obter sucesso.

Somos especialistas em ajudar você a ganhar dinheiro e ter mais tempo para você, sua família e sua atividade principal, seus pacientes.

Iremos começar analisando como você atua atualmente, ou se vai iniciar agora, em qual formato irá optar.

Quais as formas que você psicólogo(a) pode atuar?

Você que é psicólogo pode atuar de duas formas na parte fiscal, que são elas: pessoa física ou pessoa jurídica.

  • Pessoa física (Autônomo ou CLT): você irá pagar seus impostos na pessoa física, ou seja, você terá que pagar mensalmente o imposto de renda pessoa física, fazendo o cálculo pelo carnê leão e mais o INSS Autônomo.
  • Pessoa Jurídica: Nesse perfil você passa a ter mais acesso ao perfil de empreendedor e novas possibilidades de gestão de seu negócio e carreira. Você terá o apoio de um contador especializado no seu ramo para lhe orientar e apoiar tanto na parte burocrática e na gestão do negócio.

Independente da forma acima que você escolha, você pode contar com a ajuda de um contador especializado na área da saúde, pois mesmo como autônomo pessoa física, você pode desenvolver controles financeiros e contabilidade para apoiar a sua gestão financeira e planejamento.

Psicólogo Pessoa Física ou Pessoa Jurídica?

Será necessário fazer cálculos comparativos da sua situação atual e futura para apresentar para você qual será a opção mais viável.

Na pessoa física o psicólogo irá fazer o carnê leão mensal para o recolhimento do imposto de renda pessoa física pela tabela progressiva.

Para cada paciente, um recibo deverá ser emitido, ou seja, você irá fazer um controle como o carnê leão, e também poderá optar pelo livro caixa, pois na sua clínica/consultório você terá despesas do negócio que podem ser dedutíveis como: aluguel, secretária (com registro em carteira), internet etc. Que são pertinentes ao seu negócio, e que poderão ser abatidos na base de cálculo de imposto de renda. Nós fazemos esse cálculo para você somando também o INSS autônomo e analisamos se tributar por pessoa física é o mais viável para o seu caso.

Psicólogo Pessoa Jurídica – Ter um CNPJ e emitir Nota Fiscal

Na pessoa jurídica você poderá optar por alguns tipos de regime tributário que são eles:

Simples Nacional, Lucro Presumido e Lucro Real.

Vamos detalhar melhor cada um deles para que possa entender melhor.

O Simples Nacional é o modelo de tributação mais escolhido, pelo fato de unificar o pagamento de impostos em apenas uma guia chamada de DAS (Documento de Arrecadação do Simples).

Ele não é tão simples assim infelizmente, pois proporciona várias alíquotas específicas por faixas de tributação (vários anexos de enquadramento), de acordo com seu faturamento anual e o tipo de atividade.

O Lucro Presumido tem esse nome pelo sistema de tributação dos seus principais impostos federais que são eles:

Imposto de Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ) e a Contribuição Social sobre Lucro Líquido (CSLL).

Esses dois impostos são apurados e pagos trimestralmente utilizando a receita desse período como base de cálculo bruta e com um percentual de presunção de seu lucro estipulado na legislação, de acordo com sua atividade.

Temos também o PIS/COFINS que incidem sobre a receita bruta e o ISSQN que é o imposto sobre o serviço municipal.

O Lucro Real não é indicado na maioria dos casos, pois não compensa para a maioria dos casos de prestadores de serviços da área da saúde, principalmente no caso dos psicólogos

Análise Tributária – Planejamento Tributário do Psicólogo

A pessoa física (Psicólogo autônomo) é mais vantajosa somente quando o profissional está começando e tem uma receita baixa.

Na pessoa física está sujeito a uma tabela de imposto de renda, e essa tabela vai de 7,5% a 27,5% e mais o INSS autônomo a uma alíquota de 20%.

Já no Lucro Presumido os impostos federais que são os mais pesados são de 11,33%, e depois soma o ISSQN que pode ser de 2% a 5%, que vai depender do município que você está localizado.

Quando se compara o Lucro Presumido com a tributação pessoa física, já se vê um ganho provável, que depende de análises com cálculos.

O Simples Nacional também é uma ótima opção, pois tem a probabilidade de se tributar seu faturamento por uma alíquota de 6%, mas depende do fator R, mas que resumidamente, o relaciona o total da sua Folha de Pagamento com o faturamento.

Assim se a Folha de pagamento for igual ou maior que 28% do faturamento, você obtém esse benefício do anexo III.

Tudo depende de análises e que podem ser feitas por nós, assim apoiamos você ganhar dinheiro, pois economizar impostos é uma forma de aumentar sua sobra no caixa de seu negócio na área de psicologia.

Nós da Gomes Contabilidade somos especialistas em contabilidade para Psicólogos e esclarecemos todas as dúvidas e dando todo suporte para que sua clínica obtenha sucesso.

Realizamos de forma rápida, simples e segura, sem dores de cabeça, e ainda melhor, atendemos vários estados e cidades do Brasil pela internet, portanto, não importa onde esteja sua cidade, converse conosco.

Entre em contato e inicie seu projeto com a Gomes Contabilidade.

Abaixo Um vídeo excelente que acompanha um Depoimento do Psicólogo Leonardo, cliente da Gomes Contabilidade.

 

 

Qual a Burocracia do Médico ter CNPJ?

Mesmo após anos de estudo e residência, ao iniciar a atividade o médico também precisa encarar as dificuldades burocráticas que todas as empresas no Brasil passam.

Sempre temos a impressão de que quem abre uma empresa, acaba ficando sem tempo para trabalhar nela.

A maioria dos médicos formados se depara com a questão que precisa ter um CNPJ, seja para atuar em seu próprio consultório ou clínica, ou mesmo para prestar serviços em Hospitais e clínicas de terceiros.

Porém, a administração contábil correta é um componente importante de qualquer clínica médica, por trazer profissionalismo aos pacientes e regulamentar o fluxo de trabalho de sua clínica. Para isso, é importante para o médico ter CNPJ.

E tem mais, o médico prestador de serviço fechará mais facilmente contratos, hoje em dia 90% ou mais das clínicas e hospitais somente contratam o médico já com CNPJ.

A abertura de uma empresa médica

Esse conceito de que abrir uma empresa consome muito tempo e dinheiro do profissional responsável já não é tão problemático como antes.

Através de algumas ótimas ferramentas de desburocratização, como o Portal do Empreendedor, que facilita a inscrição de profissional enquadrados como MEI, hoje é possível legalizar suas atividades de forma rápida e simples. Com isso, é possível que o médico tenha seu CPNJ.

No caso especial dos médicos, por se tratar de um prestador de serviço, essa legalização da parte burocrática se torna ainda mais facilitada. Um cenário muito comum, que a maioria dos médicos passa, principalmente no começo da carreira, é a prestação de serviços em clínicas e hospitais.

Dessa forma, o profissional médico terá no seu CNPJ o mesmo endereço de sua residência. Por ser classificado como prestador de serviços, é entendido que o profissional não prestará serviços em sua residência, servindo ela apenas como ponto administrativo de suas ocupações.

Assim, a emissão de notas fiscais se torna possível em poucos dias, o que pode variar em cada Município de acordo com suas regras.

Para os consultórios ou clínicas mais complexas que realizam procedimentos médicos complexos como cirurgias e exames pode demorar mais é claro e ficar mais caro, isso porque exigirá uma série de licenças necessárias para atuação.

Com a legalização, é importante citar que o profissional terá que recolher alguns impostos devidos. Indicamos que, para você não perder seu precioso tempo de atendimento tentando entender todos os requisitos legais no Brasil, que é de fato complexo, contrate sempre um profissional especialista para auxiliar sua parte contábil, que conheça seu ramo de atividade.

Um médico ter CNPJ ainda poderá servir como fator de confiança para seus clientes.

Você pode querer considerar a terceirização da sua parte contábil, se puder. Isso eliminará grande parte da carga de trabalho da sua equipe. Mas mesmo se você optar por fazer as coisas internamente, convém contratar alguém com experiência nesse processo.

Ter sua própria clínica média exige um esforço incrivelmente desafiador, mas pode ser muito recompensador, e é uma meta que muitos médicos almejam.

É também uma das tarefas mais desafiadoras que você enfrentará como profissional, da logística empresarial ao planejamento financeiro.

Abrir sua própria empresa pode ser intimidante. No entanto, ao dar um passo de cada vez e tomar decisões inteligentes, você se preparará para crescer e contribuir, pois o empreendedor ele não só gera ganhos individuais e financeiros, mas contribui para um país melhor gerando emprego e renda para as pessoas.

Se você precisa de ajuda para avaliar a abertura de seu CNPJ Médico sendo prestador de serviços, ou para clínica médica, somos especialistas em contabilidade médica.

Entre em contato.

Psicólogo Recém Formado Pode Emitir Nota Fiscal ou Recibo aos Pacientes?

A psicologia é a ciência dos fenômenos psicológicos e foi estabelecida nas universidades desde o século XIX. Desde então, muitas áreas da psicologia surgiram, incluindo a análise do comportamento e a psicanálise.

Não é incomum que essa escolha profissional seja feita para entender a si mesmo e o próprio comportamento, o aconselhamento e o tratamento não precisam estar em primeiro plano, como é o caso de um médico, por exemplo.

A maioria dos psicólogos trabalha por conta própria, mas também há muitos funcionários de em empresas de diversos mercados. Em clínicas, centros de saúde ou centros de terapia. O número de psicólogos empregados aumentou significativamente nos últimos anos, dada ao entendimento dos benefícios desse profissional a todos os outros funcionários das empresas. O número de pessoas com problemas de saúde mental e doenças aumentou tremendamente nos últimos anos.

Os psicólogos geralmente têm oportunidades de entrada na carreira muito boas. Nos negócios, por exemplo, em empresas atuando coaches ou em pesquisas de mercado, eles têm boas perspectivas de carreira.

Uma dúvida que muitos psicólogos tem quando começam a trabalhar após a formatura diz respeito a emissão do recibo ou nota fiscal do psicólogo. Mesmo quando ainda se tem poucos pacientes, um psicólogo no começo de carreira precisa emitir notas fiscais a todos os seus pacientes atendidos?

A importância da nota fiscal

Psicólogo Recém Formado Pode Emitir Nota Fiscal ou Recibo aos Pacientes?

Uma nota fiscal, muitas vezes confundida com um recibo, é o documento que garante que a empresa, ou profissional liberal, atua na legalidade perante os regulamentos municipais, estaduais e federais. A emissão do recibo ou nota fiscal do psicólogo deve ser feita em todos os atendimentos.

É importante citar que no Brasil uma nota fiscal de um serviço de atendimento de saúde, como em uma sessão com o psicólogo, pode ser requisito para se conseguir o reembolso nos planos de saúde.  E ainda, por se tratar de questões médicas, é possível também um pequeno abatimento no Imposto de Renda, que deve ser declarado por todos que atingiram um total de recebimento estipulado no começo do ano.

Mesmo no começo do exercício da profissão, é recomendado para todos que os psicólogos recém formados que legalize seu negócio próprio.

Pode parecer ser burocrático, e que as tarefas e custos extras trazidos pela legalização do empreendimento não valem a pena.

Mas isso não é verdade.

A legalização, além de evitar problemas com a fiscalização, aplicação de multas e também uma má fama ao profissional, passa uma imagem de profissionalismo ao seu nome, que muitas vezes é a marca dos psicólogos.

Dessa forma, o profissional será lembrado como psicólogo que leva seu trabalho a sério, por parte não só de seus pacientes, mas de colegas de profissão e também pelas empresas que ele poderá prestar serviços.

A emissão de um recibo ou nota fiscal do psicólogo também ajuda com a parte contábil da empresa, ou do empreendedor.

Sabemos que no começo da carreira como psicólogo, nem sempre é fácil conseguir clientes. Por isso, no início dos atendimentos após a formatura, muitos psicólogos ainda não conseguem manter uma boa carteira de clientes, e assim o faturamento nem sempre é alto.

Mas mesmo nesse cenário, é preciso emitir aos seus pacientes ao menos o recibo, que deve conter todas as informações da sua empresa, do paciente e do atendimento que foi prestado.

Nesse caso, é preciso regularizar seu atendimento como psicólogo na prefeitura da sua cidade, através de uma inscrição de autônomo.

Prestando atendimento como autônomo, será necessário recolher ao município o ISS e ainda os impostos sobre o faturamento Bruto, sendo o INSS autônomo e o IRPF mensal pelo carnê-leão.

Infelizmente, esses impostos podem pesar no bolso do profissional, o que pode diminuir muito os lucros dos novos psicólogos, mas você deve pagá-los e buscar ajuda de um profissional para realizar o melhor planejamento.

Para ajudar com essa parte burocrática, é importante contar com o suporte de um contador, que conheça do seu mercado e que seja de confiança.

Através de uma análise da sua situação contábil, um contador especialista irá te indicar                qual o melhor regime de tributação para o seu novo empreendimento.

Nós da Gomes Contabilidade somos especializados em Psicólogos, portanto iremos te apoiar no que for preciso.

Terceirização do Carnê-Leão Mensal e Imposto de Renda do Fisioterapeuta

Meu amigo e minha amiga Fisioterapeuta, vamos resolver esse problema para você, mas primeiramente quero passar uma informação básica.

O que é Carnê Leão?

O Carnê Leão é um recolhimento obrigatório do Imposto de Renda da Pessoa Física que é feito mensalmente pelo contribuinte que recebe rendimentos pagos por pessoas físicas ou vindos do exterior. A regra geral consiste em: tem recebimento de pessoas físicas ou do exterior, deve declarar o Carnê Leão e recolher o DARF mensalmente.

Em resumo:

Você como profissional liberal da Fisioterapia pessoa física tem que recolher obrigatoriamente:

  • O INSS (previdência) mensalmente pela alíquota de 20% de seus rendimentos
  • O DARF de imposto de renda, pelo Carnê Leão

Isso pode ser bem trabalhoso, mas pode contar conosco, iremos fazer tudo para você e tirar suas dúvidas, por um valor muito vantajoso:

Plano a partir de R$ 49,00 mensais.

Iremos receber suas informações mensais dos atendimentos e recebimentos, calcular e gerar seu DARF no programa carnê leão.

Ainda gerar seu INSS mensal e no ano seguinte já está incluso sua declaração anual de imposto de renda.

Contrate já e peça agora mesmo sua planilha para preenchimento de seus dados!

Dados adicionais:

Ao final de cada mês você irá nos enviar os seguintes dados:

Nome, CPF, Valor total, endereço, e-mail e dados adicionais, como na imagem abaixo de uma planilha:

Observação: Caso você tenha despesas da sua atividade, como por exemplo aluguel de sala, internet, e outras despesas específicas da atividade, poderemos avaliar e registrar no Livro Caixa do Carnê Leão.

Com esses dados iremos dar início aos cálculos, e após a conclusão enviar as guias de impostos prontas.

Veja mais informações sobre Carnê-Leão clicando aqui.

Terceirização do Carnê-Leão Mensal e Imposto de Renda do Psicólogo

Meu amigo Psicólogo e minha amiga Psicóloga, vamos resolver esse problema para você, mas primeiramente quero passar uma informação básica.

O que é Carnê Leão?

O Carnê Leão é um recolhimento obrigatório do Imposto de Renda da Pessoa Física que é feito mensalmente pelo contribuinte que recebe rendimentos pagos por pessoas físicas ou vindos do exterior. A regra geral consiste em: tem recebimento de pessoas físicas ou do exterior, deve declarar o Carnê Leão e recolher o DARF mensalmente.

Em resumo:

Você como profissional liberal da psicologia pessoa física tem que recolher obrigatoriamente:

  • O INSS (previdência) mensalmente pela alíquota de 20% de seus rendimentos
  • O DARF de imposto de renda, pelo Carnê Leão

Isso pode ser bem trabalhoso, mas pode contar conosco, iremos fazer tudo para você e tirar suas dúvidas, por um valor muito vantajoso:

Plano a partir de R$ 49,00 mensais.

Iremos receber suas informações mensais dos atendimentos e recebimentos, calcular e gerar seu DARF no programa carnê leão.

Ainda gerar seu INSS mensal e no ano seguinte já está incluso sua declaração anual de imposto de renda.

Contrate já e peça agora mesmo sua planilha para preenchimento de seus dados!

Dados adicionais:

Ao final de cada mês você irá nos enviar os seguintes dados:

Nome, CPF, Valor total, endereço, e-mail e dados adicionais, como na imagem abaixo de uma planilha:

Observação: Caso você tenha despesas da sua atividade, como por exemplo aluguel de sala, internet, e outras despesas específicas da atividade, poderemos avaliar e registrar no Livro Caixa do Carnê Leão.

Com esses dados iremos dar início aos cálculos, e após a conclusão enviar as guias de impostos prontas.

Veja mais informações sobre Carnê-Leão clicando aqui.

 

Como Fisioterapeutas Podem Pagar Menos Impostos? Quando é Possível Alterar o Regime Tributário da sua Empresa?

Como Dentistas Podem Pagar Menos Impostos? Quando é Possível Alterar o Regime Tributário da sua Empresa?

Como Psicólogos Podem Pagar Menos Impostos? Qual Período para a Mudança do Regime de seu consultório?

Dicas para o Dentista Pagar Menos Impostos

Qual o Lucro Líquido da sua Clínica

Qual o Lucro Líquido da sua Clínica?

Como Abrir uma Clínica Odontológica

Como Abrir um Estúdio de Pilates

Abrir Clínica de Dermatologia

Sonegação Fiscal de Clínicas Médicas

Quem Pode Ser Meu Sócio na Clínica de Odontologia

Como o Médico Pode Pagar Menos Impostos?

Como o Psicólogo Pode Pagar Menos Impostos?

Fisioterapeuta Pode Abrir Empresa Individual?

Dentista Pode Abrir Empresa Individual?